TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Michael Dell diz que empresas devem acelerar a transformação digital

Postado em: 01/05/2018, às 23:19 por *Claudiney Santos, de Las Vegas, EUA.

"Temos de nos preparar para a vida entre homens e máquinas, não deve haver um antagonismo entre os dois, mas sim uma convivência harmônica". Esse foi um dos temas principais da apresentação de Michael Dell, na abertura nesta segunda-feira, 30, do Dell Technologies World 2018, que reuniu cerca de 14 mil participantes em Las Vegas, EUA, onde ele se diz otimista em relação a uma pesquisa sobre o futuro dos negócios em 2030 encomendada ao "Institute for the Future", que mostra controvérsias dos líderes empresariais sobre o assunto.

A pesquisa diz que 50% dos 3.800 líderes empresariais consultados concordam que sistemas automatizados vão liberar seu tempo e 50% não. Mais do que dois em cada cinco (42%) acreditam que terão mais satisfação no trabalho, descarregando as tarefas que eles não querem fazer com máquinas inteligentes. A outra metade discorda.

O ponto principal da pesquisa, afirma que tende a haver duas perspectivas extremas sobre o futuro: a questão da ansiedade dos seres humanos com a obsolescência ou a visão otimista de que a tecnologia vai resolver nossos maiores problemas sociais.

Os líderes pesquisados concordam que o mundo está à beira de imensas mudanças. Mais de oito em dez (82%) líderes esperam que humanos e máquinas funcionem como equipes integradas em suas organizações dentro de cinco anos (26% dizem que sua força de trabalho e as máquinas já estão trabalhando dessa maneira com sucesso).

Quase seis em dez (56%) dizem que as escolas precisarão ensinar para aprender ao invés do que aprender a preparar os alunos para trabalhos que ainda não existem (corroborando o Instituto que prevê que 85% dos empregos que existirão em 2030 ainda não foram inventados), mas 44% discordam.  Estes pontos de vista diferentes podem dificultar líderes empresariais para se prepararem com confiança para um futuro que está em andamento.

Dell ressaltou a importância da Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) terão sobre para os negócios das empresas, dizendo que praticamente todas elas serão geridas por dados (o que ele chamou de software defined for everything), e que hoje precisam acelerar suas estratégias de transformação digital. A combinação de IA, redes hiperconvergentes, cloud e 5G será o cenário da TI do futuro, onde IoT entra no papel de inovação.  "Uma cidade de um milhão de pessoas em 2020 irá gerar mais de 200 Peta bytes de informação, onde combustível serão os dados capturados IoT".

Para ele, os dados são a nova vantagem competitiva e as organizações percebem que precisam mover-se rapidamente para transformar esses dados (big data) em inteligência de negócios, exigindo uma infraestrutura de TI de ponta a ponta que possa gerenciar, analisar, armazenar e proteger dados em todos os lugares onde ele está, para que se possam tomar decisões imediatas, pois ele não acredita numa TI centralizada.

Essa necessidade, vem de encontro à estratégia da Dell em ser um fornecedor de infraestrutura end to end, que vai do data center aos dispositivos conectados onde os dados são gerados, trafegando de forma segura uma rede virtualizada definida por software, passando por qualquer dos tipos de nuvem, para permitir que qualquer tipo de aplicação seja viabilizada pela empresa de forma ágil.

Programa de canais

Para acelerar a transformação digital dos seus clientes, a empresa também anunciou no Dell World, seu novo programa de canais, no evento paralelo Global Partner Summit 2018, que reuniu cerca de 5 mil parceiros de negócios do mundo inteiro.

A nova estrutura do Dell Technologies Advantage para parceiros facilitará ao canal trabalhar com a família de empresas Dell Technologies com mais simplicidade, pois foram definidas 3 categorias de parceiros, mais  engajamento, ferramentas e incentivos. Enquanto cada empresa continuará a ter seu próprio programa independente. Fazem parte do grupo Dell empresas como VMware, Pivotal, SecureWorks, RSA, Boomi, Virtustream, entre outras menos conhecidas

*o jornalista viajou a convite da Dell.

Tags: , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top