TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

HP Enterprise negocia venda de ativos de software com fundos de private equity, diz site

Postado em: 01/09/2016, às 17:36 por Redação

A Hewlett Packard Enterprise (HPE) estaria negociando a venda da empresa com um grupo formado por fundos de private equity — o fundo KKR, Apollo Global Management e Carlyle Group —, de acordo com nota publicada pelo The Information, citando pessoas envolvidas nas negociações. Segundo o site de notícias sobre tecnologia, o negócio está avaliado em US$ 40 bilhões e inclui algumas empresas de software adquiridas pela HPE ao longo da última década, tais como a Autonomy, fabricante britânica de software de análise de dados, a Mercury Interactive, especializada em software de gerenciamento de aplicações, entrega de aplicativos e governança de TI, e a Vertica Systems, desenvolvedora de soluções de gerenciamento de bancos de dados.

No entanto, notícia publicada pela Reuters na sexta-feira, 26 de agosto, diz que o grupo estaria interessado apenas nos ativos de software da HPE, e não na compra de toda a empresa, em uma transação que giraria em torno de US$ 6 bilhões a US$ 8 bilhões. A agência de notícias incluiu também entre os iteressados nas empresas de software o fundo de private equity Thoma Bravo, que teria feito uma oferta de US$ 8 bilhões a US$ 10 bilhões pelas empresas.

As informações são de que a CEO Meg Whitman estaria pressionando a empresa a reduzir o seu tamanho para se tornar mais ágil e poder enfrentar de forma mais eficaz rivais como a Dell e as novas exigências dos clientes corporativos. Após a cisão (spin off) do negócio de computadores pessoais e impressoras da unidade de hardware e serviços corporativos, se dividindo em duas companhias, em novembro de 2015, a HPE anunciou em maio deste ano que vai desmembrar a maior parte de suas operações de serviços de tecnologia e fundi-las à Computer Sciences, em uma transação avaliada em US$ 8,5 bilhões.

Ainda de acordo com as fontes da The Information, a empresa que aproveitar o momento favorável, uma vez que negócio global de software tem mostrado alguma melhora. Embora as vendas mundiais de software da empresa tenham diminuído 13% no trimestre fiscal encerrado em 30 de abril, em moeda constante, elas registraram alta de 2%, quando ajustadas a alienações e aquisições passadas, disse o diretor financeiro Timothy Stonesifer em uma teleconferência com analistas em maio.

A compra da Autonomy pela HP em 2011, por cerca de US$ 12 bilhões, foi bastante controversa. Um ano após a conclusão da transação, a HP acusou diretores da fabricante britânica de software fraude contábil que resultou em uma perda de US$ 8,8 bilhões para a companhia, o que a levou a processar os executivos. A Mercury foi outra grande aquisição, avaliada em cerca de US$ 4,5 bilhões em 2006. Na época, foi o maior compra desde a aquisição da Compaq, por US$ 18,9 bilhões. A HP também gastou cerca de US$ 350 milhões para arrematar a Vertica, em 2011.

RSS
Facebook
Google+
http://tiinside.com.br/tiinside/01/09/2016/hp-enterprise-negocia-venda-de-ativos-de-software-com-fundos-de-private-equity-diz-site/
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial