TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

91% das empresas sofreram algum tipo de ataque nos últimos 12 meses

Postado em: 03/11/2011, às 22:18 por Redação

Segundo o relatório da pesquisa “Riscos Globais de segurança", realizada pela Kaspersky Lab em parceria com a agência de pesquisas B2B Internacional, 91% das empresas entrevistas sofreram algum tipo de ataque cibernético nos últimos 12 meses. O estudo ouviu mais de 1.300 profissionais de TI, de 11 países distintos, inclusive o Brasil.

As ameaças mais comuns aparecem nas formas de vírus, spyware e outros programas maliciosos. Outro dado importante levantado pelo estudo da Kaspersky Lab é que 31% dos ataques maliciosos resultam em algum tipo de perda de dados e apenas 10% das empresas notificam o vazamento de informações confidenciais.

Em relação à segurança das companhias, 70% das empresas utilizam uma proteção anti-malware completa e 3% não têm proteção alguma. O nível de adoção dos programas de segurança varia de país para país. Em mercados emergentes, 65% das empresas utilizam este tipo de produto, enquanto no Reino Unido e EUA os níveis de implementação foram de 92% e 82%, respectivamente. Apesar de o índice ser alto, a maioria das empresas ainda vivenciou uma violação de segurança nos últimos 12 meses, e quase um terço delas tiveram vazamento de informações de terceiros.

"Estamos surpresos com a atitude das empresas, pois descobrimos que quase metade delas considera as ameaças cibernéticas um dos três maiores riscos em crescimento. A estratégia de TI é classificada pelos empresários como mais importante do que as estratégias financeiras, de marketing e de recursos humanos”, afirma Alexander Erofeev, diretor de Inteligência de Mercado da Kaspersky Lab.

Para o executivo, a explicação mais provável para este cenário é falta de investimento em segurança de TI. “De fato, o estudo mostra que uma a cada duas empresas avaliam o orçamento de segurança como insuficiente e afirma que é necessário aumentar o valor investido em 25% ou mais”, completa Erofeev. Atualmente, o investimento anual médio em segurança é de US$ 8.055,00 em pequenas empresas, US$ 83.200,00 nas médias empresas e de US$ 3.263.476,00 nas grandes corporações.

Neste contexto, a Kaspersky Lab acaba de lançar no Brasil as soluções Kaspersky Endpoint Security 8 for Windows e Kaspersky Security Center.  Os novos produtos contam com múltiplas camadas de segurança e estão totalmente integrados ao Kaspersky Security Network (KSN), a fim de oferecer uma proteção híbrida em tempo real por meio da integração das tecnologias de detecção baseada em assinaturas, proativa (heurística) e na nuvem.

"O Kaspersky Endpoint Security 8 for Windows foi construído do zero com a finalidade de oferecer uma proteção inédita, com gerenciamento e controles integrados de uma forma que visa estabelecer um novo padrão em termos de proteção empresarial, seja oferecendo suporte a dispositivos móveis ou utilizando a nuvem para agilizar a transferência de dados ou aplicativos”, afirma Eljo Aragão, Gerente regional da Kaspersky Lab no Brasil.

No primeiro teste independente do Kaspersky Endpoint Security 8 for Windows, conduzido pelo centro alemão de pesquisas AV-Test.org, a nova solução da Kaspersky Lab obteve a mais elevada pontuação geral, detectando com sucesso 100% das amostras de malware, bloqueando todos os ataques desconhecidos (zero-day) e teve o melhor resultado na detecção e remoção de software malicioso ativo em uma máquina infectada. Mais informações do teste em AV-Test.org.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top