TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ações do Twitter disparam com rumores de que terá oferta de compra ainda nesta semana

Postado em: 05/10/2016, às 16:37 por Redação

As ações do Twitter dispararam nesta quarta-feira, 5, após a volta dos rumores sobre uma possível oferta de compra à empresa. Na máxima do dia, os papéis da empresa dispararam 6,8%, negociados a US$ 25,12.

Os boatos se intensificaram após a notícia publicada na manhã desta quarta pela versão online do The Wall Street Journal de que o CEO da Salesforce.com, Marc Benioff, considera seriamente fazer uma oferta ao Twitter. Mas, ao que tudo indica, Wall Street parece não gostar da ideia, o que fez com que as ações da Salesforce caíssem mais de 7%.

Para analistas, há muitas razões para a reação negativa do mercado. Em primeiro lugar, devido ao preço de aproximadamente US$ 20 bilhões que a Salesforce teria que pagar para adquirir o Twitter. Embora seja inegável a vantagem de possuir um "autêntico tesouro de dados armazenados" no Twitter, os investidores não têm certeza se realmente vale o custo.

Além disso, a Salesforce gastou mais de US$ 4 bilhões em aquisições nos últimos quatro meses, e os investidores estão preocupados com o ritmo dos dispêndios da empresa. Para completar, o Twitter atravessa um momento confuso e o temor é que o custo para pôr a empresa em ordem coloque ainda mais pressão no crescimento da Salesforce. Isso, sem mencionar o fato de que a Salesforce não tem know-how no negócio de publicidade online, o carro-chefe do Twitter.

Fontes ouvidas pelo jornal americano disseram que Benioff vê a rede social como uma "joia não lapidada" com potencial inexplorado em publicidade, comércio eletrônico e outras aplicações ricas em dados, que o CEO considera importantes para a próxima fase de crescimento do software em nuvem.

Recentemente, o impetuoso CEO perdeu para a Microsoft a disputa para comprar o LinkedIn. A fabricante de software fez uma oferta imbatível pela rede social de contatos profissionais, de US$ 26,2 bilhões, a maior aquisição já feita pela empresa. Agora, a Salesforce deve enfrentar outros pesos pesados da tecnologia, como a Alphabet, holding Google, que pode também fazer uma oferta pela empresa, e gigante do entretenimento Walt Disney, que considera dar um lance pela rede de microblogs.

Os mais de US$ 20 bilhões que podem custar o Twitter representam mais de um terço do valor de mercado da Salesforce, que hoje é de cerca de US$ 49 bilhões. Por isso, muitos analistas acham que é um negócio para o tamanho do Google, cujo valor de mercado é de mais de US$ 500 bilhões, o da Disney, que vale quase US$ 150 bilhões no mercado.

Mas Benioff certamente não deve desistir facilmente do Twitter, que gera volumes incontáveis de dados provenientes das centenas de milhões de usuários, portanto oferece uma oportunidade tentadora. "Dados são a nova moeda da nova ordem mundial do software", disse ele em uma entrevista no fim de semana passado, embora não estivesse falando especificamente sobre o Twitter. "Eu estou olhando fixo para empresas ricas em dados e que eu possa torná-las mais poderosas e inovadoras se combinadas com a Salesforce."

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top