TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Resultado trimestral preliminar da SAP mostra forte desaceleração nas vendas, puxada por Brasil e EUA

Postado em: 11/04/2016, às 19:29 por Redação

Apesar da advertência feita na sexta-feira, 8, de que os resultados do primeiro trimestre da SAP serão mais fracos do que o esperado, o CEO da multinacional alemã, Bill McDermott, salientou que tem "clara confiança" que empresa vai atingir as suas metas para o ano. O executivo atribuiu a projeção à desaceleração nas vendas de licenças de software para clientes corporativos, particularmente no Brasil e nos Estados Unidos.

Dados preliminares da empresa apontam que as receitas com licenças de software caíram 13%, apesar de o negócio de software na nuvem ter crescido 33%. De todo modo, as ofertas de nuvem ainda respondem por uma parcela pequena da receita total da companhia. McDermott ressalta, porém, que os clientes SAP estão cada vez mais migrando para o modelo de software fornecido através da internet. "A América foi um pouco mais irregular em termos de assinatura dos contratos", disse o CEO a repórteres durante uma teleconferência, salientando que a receita nos EUA de seu clássico modelo on premises [venda de licenças de software] cresceu mais lentamente do que o esperado.

O lucro operacional da SAP no primeiro trimestre, excluindo itens especiais, aumentou 5%, para 1,1 bilhão de euros (o correspondente a US$ 1,25 bilhão). Analistas de mercado haviam estimado um lucro operacional no período, excluindo itens especiais, de 1,15 bilhão de euros. A empresa também reportou receita de 4,73 bilhões de euros, menor que a previsão média de 4,83 bilhões de euros feita por várias consultorias.

McDermott disse que tem "perfeita e clara confiança" que a SAP pode atingir a meta de lucro para o ano que havia estabelecida em janeiro. Ele disse que alguns acordos de licenciamento de software que a empresa esperava fechar no último trimestre de 2015 não se confirmaram. A instabilidade política e macroeconômica em curso na América Latina, particularmente no Brasil, afetou os resultados do primeiro trimestre. Além disso, a América do Norte, que saiu de um quarto trimestre muito forte, teve um início de exercício mais lento, disse a SAP em um comunicado.

O resultado consolidado da SAP deve ser publicado no dia 20 deste mês. O primeiro trimestre é historicamente o período mais fraco do ano, já que vem depois do resultado de final do ano anterior, normalmente, o seu mais forte período sazonal.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top