TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

GDPR causa desavenças na França entre Google e grupos de mídia

Postado em: 11/06/2018, às 20:10 por Redação

Os grupos – que incluem o Interactive Advertising Bureau France, o Union of Advertisers, o Union of Consulting e Media Buying Companies, o Union of Internet Registries e o Online Services Publishers Group – enviaram uma carta ao Google na sexta-feira, 8, argumentando que a implementação da GDPR, lei europeia de proteção de dados, criou um grande impacto negativo na receita e nos custos para todos os participantes do ecossistema de anúncios digitais.

Embora os grupos comerciais franceses tenham vários problemas com a forma como o Google está lidando com sua política (mais sobre isso abaixo), o cerne da questão é fazer com que o Google acelere a adoção da Estrutura de Transparência e Consentimento do IAB. O Google pretende adotar a estrutura do IAB, mas provavelmente não o fará até pelo menos agosto.

"O GDPR é uma grande mudança para todos", disse o Google em um comunicado. "Estamos trabalhando arduamente para garantir que o Google cumpra suas obrigações no âmbito do GDPR e para ajudar nossos parceiros em seus esforços de conformidade também".

A empresa diz que a próxima reunião nesta terça-feira é apenas uma de muitas, acrescentando que está envolvida com mais de 10 mil editores, anunciantes, agências e associações em quase 60 países por meio de eventos, workshops e conversas sobre a conformidade com o GDPR e estamos comprometidos em continuar essa discussão.

Google é muito grande

Os órgãos de comércio informaram ao Google que também estão solicitando às autoridades francesas de concorrência que compartilhem "as consequências de tal dependência tecnológica" com o Google e "que avisem sobre os efeitos colaterais da interpretação do Google sobre os regulamentos".

Os órgãos de comércio pretendem informar Mounir Mahjoubi, um político francês que serve como Secretário de Estado para Assuntos Digitais, sobre suas preocupações. Os órgãos de comércio argumentam que até mesmo uma ligeira mudança na forma como o Google aborda o GDPR pode criar danos financeiros significativos para todos que operam no ecossistema de anúncios digitais.

A carta prossegue argumentando que desde 25 de maio, ou quando o GDPR entrou em vigor, os anunciantes, agências, players de tecnologia, empresas de mídia e editores sofreram "consequências indesejadas das novas regras que você impôs através das condições de uso de sua própria ferramentas de publicidade programática e sua não interoperabilidade com outros atores."

Os órgãos de comércio também estão solicitando que o Google estabeleça um processo permanente de consulta às entidades profissionais para compartilhar decisões futuras que impactariam os parceiros.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top