TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Atos oferece 4,3 bilhões de euros para adquirir a Gemalto

Postado em: 12/12/2017, às 11:57 por Redação

A Atos ofereceu € 4,3 bilhões para adquirir a  Gemalto, empresa de identidade digital e fabricante de cartões SIM, na tentativa de fortalecer sua posição na mercado de IoT (internet das coisas), pagamentos digitais e segurança.

Em uma declaração, a Atos disse que uma fusão das empresas criaria um "líder mundial", combinando suas plataformas que cobrem inteligência artificial (AI), grandes dados e serviços em nuvem com a identidade digital da Gemalto, gerenciamento de acesso e recursos de criptografia de dados.

Tanto a Atos quanto a Gemalto já oferecem uma gama de serviços para operadores móveis em serviços de pagamentos, segurança e M2M, além de soluções back-end.

A Gemalto comercializa e produtos de segurança digital em nuvem e no dispositivo usados ??para autenticar dispositivos IoT, pagamentos seguros em dispositivos móveis e proteger dados corporativos e de clientes em smartphones. Ele também fornece cartões SIM e plataformas NFC.

O conselho da empresa confirmou que estava considerando a proposta e responderia até sexta-feira, dia 15.

Falando sobre as perspectivas para a entidade combinada, o presidente e CEO da Atos, Thierry Breton, afirmou: "resultará em liderança global aprimorada em segurança cibernética, tecnologias e serviços digitais e no fortalecimento do nosso posicionamento como um dos principais fornecedores europeus de serviços de pagamento".

"Atos considerou cuidadosamente o interesse das partes interessadas dos dois grupos, acionistas, funcionários e clientes, que se beneficiarão da transação amigável proposta", acrescentou: "Além disso, a Atos apresenta um longo histórico de sucesso integrando equipes de gestão, funcionários e empresas".

Em um comunicado, a Gemalto diz que "o conselho da Companhia continuará seu processo de revisão e consideração da proposta junto com seus consultores jurídicos e financeiros de acordo com seus deveres fiduciários para determinar o melhor curso de ação no interesse da empresa, seus negócios, funcionários, acionistas e outras partes interessadas".

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top