TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Samsung estuda abrir código de sistema operacional para desenvolvedores

Postado em: 20/09/2011, às 17:00 por Redação

A Samsung está avaliando a possibilidade de abrir o seu sistema operacional Bada para desenvolvedores e fabricantes de dispositivos móveis no ano que vem. A liberação teria como estratégia impulsionar o uso da plataforma e, assim, reduzir sua dependência do Android, do Google, de acordo com fontes ligadas ao assunto ouvidas pelo The Wall Street Journal. Ainda segundo as mesmas fontes, o objetivo também é tornar o Bada uma plataforma utilizada em larga escala também em smarTVs, já que incorpora funções avançadas como streaming on-demand em telas planas. Mas elas informaram que a Samsung não tem intenção de adquirir nenhuma desenvolvedora de software no futuro próximo.

Com um sistema operacional próprio e aberto, a Samsung teria também uma alternativa aos diversos processos por quebra de patentes abertos pela Apple, que buscam proibir a venda de tablets e smartphones da fabricante coreana em todo o mundo equipados com o sistema operacional do Google. Além disso, ao tornar o Bada um sistema de código aberto, a empresa estaria seguindo os passos do próprio Google, que permite a engenheiros e desenvolvedores independentes aprimorar e modificar seus códigos gratuitamente.

Criado em 2009, o Bada é usado em smartphones de entrada de linha em mercados emergentes. A empresa não faz distinção, em seu balanço financeiro, dos resultados dos produtos com Android e Bada, mas, segundo o Gartner, o Bada representou apenas 1,9% dos smartphones vendidos no segundo trimestre, enquanto o Android obteve 43,4% de participaçãpo de mercado.

Analistas ouvidos pelo jornal americano apostam que os Estados Unidos seria o mercado mais viável para o desenvolvimento da plataforma, por ser o local onde se concentram desenvolvedores mais experientes e um mercado consumidor consolidado. Eles ponderam, contudo, que o uso do sistema em smartTVs ainda é incerto. Isso porque diferentemente dos smartphones, elas ainda são um mercado de nicho, high-end, e não há um sistema operacional predominante.

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top