TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Gestão da Saúde em Porto Alegre tem resultados positivos

Postado em: 20/10/2011, às 20:14 por Redação

O processo de modernização da gestão da saúde em Porto Alegre, os resultados já atingidos e as metas estabelecidas com a qualificação do sistema por meio de ferramentas tecnológicas e metodologia de gestão, que estão sendo implantadas por meio do convênio com o Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), foram apresentadas nesta quinta-feira, 20, pelo secretário adjunto da Saúde, Marcelo Bósio, no Comitê de Gerenciamento (CG) do programa "A Receita é Saúde".

Para Izabel Matte, coordenadora-geral do gabinete de Planejamento Estratégico da Prefeitura, ''o município vem inovando no uso de ferramentas e metodologias para qualificar a administração, equiparando-se às empresas mais modernas, que dão ênfase à gestão e é motivo de orgulho para todos nós vermos que a área da saúde já apresenta resultados positivos desde que se inseriu nesse processo".

André Imar Kulczynski, diretor-presidente da Procempa, salientou  a importância do trabalho do gabinete de Planejamento Estratégico, no salto de qualidade que a administração municipal deu desde 2005, quando foi implantado o modelo de gestão. "Foi uma mudança de paradigma estabelecida pelo modelo de gestão, pois saimos do uso de sistemas inadequados e obsoletos, com ferramentas ultrapassadas, para uma gestão moderna e de qualidade, cujos resultados já podem ser medidos. A Prefeitura tomou uma decisão política importante, de ser eficaz para tornar-se eficiente", afirmou.

Modernização da gestão

O trabalho apresentado por Bósio salientou o Pacto de Gestão de Qualidade do SUS estabelecido pelo município, que garantiu o percentual de 20% das receitas municipais para investimento em saúde, a modernização da gestão, que vem implementado a informatização do sistema, o registro eletrônico da efetividade (ponto eletrônico), a ampliação das equipes de estratégia da saúde, UPAs e a ampliação do número de leitos hospitalares.

"Com o ponto eletrônico, já instalado na centralizada, HPS, Hospital Presidente Vargas, e em dois pronto atendimentos, já conseguimos registrar maior assiduidade do servidor, controle efetivo das horas trabalhadas e redução de horas-extras, fatores que impactam diretamente no atendimento à população", observou.

Além da implantação da primeira Linha de Cuidado Simultâneo do AVC e do infarto no país, marcada para a próxima semana, Bósio ainda enfatizou o percentual de cobertura  das equipes de saúde da família, que passaram  de 22%, no início da gestão, para 43%, hoje, e com meta de atingir o preconizado pelo MInistério da Saúde, que é de 50%, em 2012. "Já ultrapassamos a média nacional que está entre 30 % e 35% de cobertura de atendimento básico e estamos trabalhando também para qualificar as consultas especializadas".

Outro dado importante, alerta o secretário, é que atualmente a SMS já conhece sua fila de espera de consultas especializadas que é  de 88.749 solicitações, sendo que 64.501 já estão com consultadas marcadas e 24.248 são de fila de espera , principalmente nas especialidades de traumato/ortopedia, oftalmologia e neurologia. "O processo de gestão é importante, porque conseguimos dimensionar o trabalho, mostrando os resultados, o que é um instrumento de motivação para o servidor que se reconhece como peça-chave nesse sistema", concluiu Bósio.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top