TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Stefanini investe US$ 3 milhões em operação da China

Postado em: 22/11/2011, às 14:42 por Redação

Seguindo a estratégia de expansão internacional, a Stefanini IT Solutions investiu US$ 3 milhões na ampliação de sua operação na China, que envolveu a abertura de uma nova filial, em Jilin, cidade situada no Norte do país. A meta da empresa é  aumentar o número de empregados na região de 100 para mil nos próximos três anos. O aporte será aplicado também instalação de um centro de serviços com foco no desenvolvimento de software – que até então não existia no país – service desk e terceirização de processos de negócio (BPO, na sigla em inglês). Objetivo da empresa é atender as multinacionais que já estão na China, especialmente as do setor automobilístico.

A Stefanini já mantinha um escritório em Xangai, além de estar presente em outros três países da Ásia: Filipinas – que é a maior operação –, Tailândia e Índia. Num segundo momento, a nova filial também terá atribuição estratégica no atendimento ao Japão. "Escolhemos Jilin porque existe uma grande quantidade de chineses na região que são fluentes em japonês", explicou Marco Stefanini, presidente da empresa.

A estimativa da Stefanini é faturar R$ 1,25 bilhão neste ano, sendo que 40% desse montante serão gerados pelas operações internacionais. Dos 14 mil funcionários, cerca de 6 mil estão fora do Brasil. Em 2012, quando a empresa pretende faturar R$ 1,5 bilhão, o plano é aumentar em 60% o faturamento das filiais no exterior, as quais devem passar a responder por 50% dos negócios. 

Para atingir essa meta, a Stefanini manterá a estratégia de combinar crescimento orgânico com aquisições. Nos últimos doze meses a consultoria investiu US$ 100 millões na aquisição de duas empresas nos Estados Unidos – a Tech Team e a CXI – e de uma na Colômbia, a Informática & Tecnologia. Outros US$ 120 milhões estão reservados para aquisições até 2013, 60% destinado a compras fora do Brasil. 

"Nossa estratégia de aquisições possui características diferentes aqui e no exterior", ponderou Stefanini. Segundo ele, no exterior o objetivo é buscar empresas com um perfil de atuação semelhante ao da companhia para dar volume à empresa. No Brasil, a meta é buscar empresas que complementem a oferta da Stefanini, agregando novos serviços ao portfólio.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top