TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ação judicial nos EUA afeta lucro da ZTE

Postado em: 23/03/2017, às 21:23 por Redação

A ZTE Corporation divulgou nesta quinta-feira, 23, que sua receita subiu para RMB 101,2 bilhões em 2016, amparada no crescimento dos negócios de redes de operadora e de produtos de consumo.

O lucro operacional aumentou para RMB 1,17 bilhão. A perda líquida de RMB 2,36 bilhões incluiu uma provisão de cerca de US$ 892 milhões, relacionada aos acertos do processo da empresa nos Estados Unidos. Sem a provisão, a ZTE teria apresentado um lucro líquido de RMB 3,83 bilhões – 19,2% maior do que no ano anterior.

A confirmação de culpa significa que a ZTE está agora obrigada a pagar multas de até US$ 1,2 bilhão, como parte de um acordo de solução assinado com os departamentos de Justiça, Comércio e Tesouro dos EUA no início deste mês. A empresa está sujeita a pagar imediatamente ao governo dos EUA US$ 892 milhões, com uma multa potencial adicional de US$ 300 milhões se violar o acordo nos próximos três anos.

A receita da divisão de redes de operadora aumentou para RMB 58,9 bilhões em 2016, uma vez que mais operadoras de todo o mundo implantam soluções de rede da ZTE, incluindo Pre5G, Big Video e virtualização de rede e transição para nuvem.

As soluções de Pre5G da ZTE, incluindo Massive MIMO, possibilitam que operadoras acelerem a aplicação de tecnologias 5G de próxima geração em existentes infraestruturas de rede 4G LTE e estão implantadas em mais de 40 redes, em mais de 30 países.

As soluções de SDN (software-defined networking) e NFV (network functions virtualization) estão implantadas em mais de 180 redes de todo o mundo, depois que a empresa agregou mais de 40 novos projetos, em 2016.

A receita do negócio de produtos de consumo subiu para RMB 33,5 bilhões, já que os smartphones e dispositivos da ZTE consolidaram suas posições de mercado nos EUA, Europa e Austrália.

No negócio corporativo e governamental, a ZTE apresentou uma receita de RMB 8,9 bilhões in 2016.

Com constante foco em inovações de rede e de tecnologias de TIC de próxima geração, incluindo 5G, computação em nuvem, Big Data, semicondutores e internet das coisas, a ZTE foi colocada em primeiro lugar no mais recente ranking internacional de patentes, publicado pela Organização Mundial de Propriedade Intelectual (World Intellectual Property Organization – WIPO ). A ZTE registrou 4.123 pedidos de patentes sob o Tratado de Cooperação de Patentes (PCT, sigla em inglês) em 2016 – mais do que qualquer outra empresa, de acordo com dados da WIPO.

A ZTE tem mais de 1.500 pedidos de patente relacionados a 5G, e possui alianças estratégicas em pesquisa com operadoras como Deutsche Telekom, Telefonica, SoftBank, China Mobile, KT Group, China Unicom e China Telecom. No Mobile World Congress 2017, a ZTE lançou uma nova série de estações de base 5G, para frequências baixa e alta, e a empresa espera iniciar as implantações pré-comerciais da 5G no terceiro semestre de 2018.

A empresa busca também busca o desenvolvimento de soluções de internet das coisas (IoT)  de banda estreita  (NB-IoT) e tecnologias LoRa.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top