TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Oracle fecha ano fiscal com lucro de US$ 4,3 bi e ações sobem 2,77%

Postado em: 27/06/2007, às 20:12 por Redação

A Oracle registrou lucro líquido de US$ 1,6 bilhão (valor em US Gaap, modelo de contabilidade norte-americano) no quarto trimestre do ano fiscal de 2007, um aumento de 23% sobre o mesmo período do ano passado. A receita no trimestre aumentou 20% e passou para US$ 5,8 bilhões, enquanto que a receita total com a venda de software cresceu 19%, chegando a US$ 4,8 bilhões. A receita com novas licenças aumentou 17%, considerando o aumento de 18% na receita de novas licenças de bancos de dados e middleware e de 13% de aplicativos. Já a receita com serviços aumentou 26% e atingiu US$ 1,1 bilhão, na comparação com o mesmo trimestre do exercício anterior.

Já a receita no exercício 2007 aumentou 25% e passou para US$ 18 bilhões, enquanto o lucro líquido anual cresceu 26%, alcançando US$ 4,3 bilhões. A receita total com software no ano aumentou 23% e atingiu US$ 14,2 bilhões, com alta de 16% na receita com novas licenças de bancos de dados e middleware e de 32% de aplicativos. A receita anual com de serviços foi de US$ 3,8 bilhões, um aumento de 33% em comparação com o ano anterior.

Os ganhos por ação foram de US$ 0,31, um aumento de 27% em relação ao mesmo período do ano passado. Os ganhos por ação no ano fiscal foram de US$ 0,81, um crescimento de 27% de um ano para outro.

O lucro acima do esperado por analistas fez com que as ações da Oracle subissem 2,77% nesta quarta-feira (27/6).

"No decorrer dos últimos doze meses, a receita com novas licenças de aplicativos da Oracle cresceu a uma taxa de 32%, enquanto o crescimento da SAP reduziu o ritmo para 10% em seu ano fiscal mais recente", comparou Charles Phillips, presidente da Oracle. "Nossa estratégia de combinar inovação com aquisições está claramente vencendo a estratégia da SAP de tentar construir tudo sozinha, usando uma linguagem de programação proprietária da década de 70", completa.

De acordo com o CEO da Oracle, Larry Ellison, relatório sobre a pesquisa de banco de dados que o Gartner acabou de publicar confirma que a participação da empresa no mercado de bancos de dados aumentou para 47%, enquanto a da IBM caiu para 21%. ?A IBM tem sido incapaz de fazer frente ao desempenho e confiabilidade dos grids de bancos de dados da Oracle", concluiu o executivo.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top