TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

LinkedIn abre escritório no Brasil

Postado em: 30/11/2011, às 16:09 por Victor Hugo Cardoso Alves

O LinkedIn, site de relacionamentos especializado em contatos profissionais, quer aproveitar o boom do uso de redes sociais no Brasil e, para isso, decidiu abrir um escritório no país. O comando da operação brasileira ficará a cargo de Oswaldo Barbosa, ex-diretor de consumo e on-line da Microsoft, que assume o cargo de diretor geral da empresa no país. Ele não diz quanto o LinkedIndeve investir para a abertura do escritório, mas adianta que ele ficará localizadado na cidade de São Paulo. De acordo com Barbosa, a empresa tem meta agressiva de expansão da receita e do número de usuários no país, mas também não revelou números.

Atualmente, a receita do LinkedIn no Brasil é pequena, proveniente da compra de cadastro premium por alguns usuários e da venda de publicidade on-line, que feita pela Pontofox, parceira da rede social para venda de anúncios.

Segundo Barbosa, o LinkedIn conta atualmente com 6 milhões de usuários no Brasil, que é o quarto maior mercado da rede social, ficando atrás apenas de Estados Unidos, Índia e Inglaterra, respectivamente. Na América Latina são 14 milhões de contas e mundialmente, 135 milhões usuários. "Temos o potencial para elevar o Brasil para o posto de terceiro maior país do mundo no uso do LinkedIn nos próximos anos", afirmou.

Ele diz que o escritório local servirá, inclusive, como base para gerenciar a expansão da rede social no continente latino-americano. Barbosa diz que, as soluções de recrutamento e a venda de publicidade que são as principais fontes de receita do LinkedIn, serão o foco da operação brasileira. "Mas a área de maior oportunidade no Brasil é a de soluções de recrutamento. Nossa meta é montar essa infraestrutura para atender tanto clientes finais quanto corporativos", disse. No último trimestre, o faturamento mundial do LinkedIn foi de US$ 135 milhões.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top