TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

DOJ investiga manipulação do mercado de criptomoedas

Postado em: 24/05/2018, às 14:52 por Redação

O Departamento de Justiça (DOJ) dos Estados Unidos abriu uma investigação criminal sobre se os negociantes que estão manipulando o preço do Bitcoin e de outras moedas digitais, que aumentaram drasticamente naquele país, informou a agência Bloomberg.

A investigação está focada em práticas ilegais que podem influenciar os preços – como falsificar ou inundar o mercado com ordens falsas para enganar outros compradores. Promotores federais estão trabalhando com a Commodity Futures Trading Commission, um regulador financeiro que supervisiona derivativos ligados ao Bitcoin, disseram fontes ligadas ao assunto.

As autoridades estão preocupadas com as moedas virtuais por serem suscetíveis a fraude por várias razões, como ceticismo que todas as trocas são "trapaceiras", oscilações de preços bruscas,  falta de regulamentos como os que governam ações e outros ativos.

Tais preocupações levou a China a proibir as trocas de criptomoedas; países como Japão e Filipinas resolveram regular o mercado, contribuindo para uma queda que enviou Bitcoin abaixo de US$ 8 mil este ano. Ainda assim, as moedas digitais continuam a ser uma mania de investimento global, atraindo legiões de seguidores, gerando endossos de celebridades e aumentando a atenção para Wall Street.

O Departamento de Justiça está analisando irregularidades como spoofing, quando o trader envia uma série de pedidos e depois os cancela assim que os preços se movem na direção desejada.

A Securities and Exchange Commission, abriu dezenas de investigações sobre ofertas de moedas iniciais, em que as empresas vendem tokens digitais que podem ser trocados por bens e serviços, devido às suspeitas de que muitos são scams.

O comércio de criptomoedas é fragmentado em dezenas de plataformas em todo o mundo, e muitas não são registradas na CFTC ou na SEC. Focada no segmento de derivativos, a CFTC não regulamenta o que é conhecido como mercado spot de tokens digitais. Mas se a agência encontrar fraudes nos mercados à vista, ela tem autoridade para impor sanções.

Segundo a Bloomberg,  alguns participantes do mercado alegaram que a manipulação de criptografia é desenfreada. No ano passado, um blogueiro sinalizou as ações de "Spoofy", um apelido para um comerciante ou grupo de comerciantes que supostamente colocaram pedidos de US $ 1 milhão sem executá-los.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial