TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Análise da Thomson Reuters mostra mudanças na classificação dos principais mercados consumidores

Postado em: 04/04/2014, às 12:50 por Redação

A Unidade de Negócios de Intellectual Property & Science da Thomson Reuters, provedora mundial de soluções e informações para empresas, publicou sua análise de tendências de proteção de marcas globais em seu terceiro relatório. A publicação acompanha a atividade do setor de marcas comerciais em 186 países, servindo como barômetro das atividades de empresas multinacionais no setor de marcas. 

As análises publicadas cobrem as dez principais agências de registro de marcas, a atividade geral por setor de marcas e o volume total de marcas publicadas com base em dados da Thomson Reuters SAEGIS, utilizando a ferramenta SERION de pesquisa e triagem on-line.

Em 2013, o estudo mostrou um acentuado desvio de foco entre proprietários de marcas multinacionais. Todas as atenções estão fixadas nas economias emergentes. Alguns dos principais achados do relatório:

  • Índia, México e Taiwan substituíram o Reino Unido, Alemanha e Canadá na lista dos dez maiores: Ao contar marcas separadamente (sem considerar o número de classes em que são registradas), o Reino Unido, Alemanha e Canadá não estão mais na lista dos dez países que mais registram marcas e foram substituídos por Índia, México e Taiwan.
  • O Brasil é o mercado consumidor que mais cresce: Dentre os dez países que mais registraram marcas em 2013, o crescimento anual mais rápido ocorreu no Brasil (53%), Coreia do Sul (23%) e Turquia (18%).
  • China lidera em volume total de marcas: A China é o país que mais publica marcas, com 860.000 novas marcas publicados em 2013, seguida pelos EUA, Brasil, Coreia do Sul, Turquia e Japão.
  • A propaganda (Classe 35) é a principal categoria de marca: Entre as classes de marca internacional, a classe 35: Propaganda e administração empresarial voltaram a ser a mais ativa, com mais de 440.000 marcas publicadas no mundo inteiro.  A classe 35 é seguida pela classe 9: equipamentos científicos, náuticos, topográficos e outros equipamentos salva-vidas e de ensino, com mais de 280.000 marcas publicadas, que ano anterior estava na terceira posição.

"As marcas proporcionam uma boa visão das estratégias atuais de expansão das empresas multinacionais", disse David Brown, diretor de IP Solutions da Thomson Reuters.  "Acompanhando continuamente os dados publicados de registros de marcas, buscamos descobrir insights estratégicos nas grandes tendências de negócios e expansão para novos mercados no mundo inteiro."

RSS
Facebook
Google+
http://tiinside.com.br/tiinside/services/04/04/2014/analise-da-thomson-reuters-mostra-mudancas-na-classificacao-dos-principais-mercados-consumidores/
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial