TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lojas Pompeia melhora atendimento a 1,5 milhão de clientes com uso de BI

Postado em: 05/03/2019, às 21:11 por Redação

Melhorar o gerenciamento de funções operacionais, otimizando processos e reduzindo o tempo e a complexidade na execução de tarefas importantes para as operações diárias, bem como melhorar a assertividade das tomadas de decisão, principalmente nos setores de compras, administrativo e vendas.

Estes foram os objetivos que levaram a Lojas Pompeia, rede varejista que atende a mais de 1,5 milhão de clientes por meio de suas 77 lojas da marca Pompeia e 44 da rede Gang, integrante do mesmo Grupo Lins Ferrão, a adotar tecnologia de Business Intelligence, por meio do BIMachine.

Conforme Eduardo Cunha, diretor de TI da Lojas Pompeia, o sistema de BI e Analytics é usado para coletar informações de clientes em bases diversas, incluindo redes sociais, nas próprias lojas.

"Os dados coletados são usados tanto pelo backoffice, para municiar as tomadas de decisão da parte operacional, quanto para as lojas, nas campanhas que são feitas e na disposição dos produtos no espaço físico", explica o gestor.

Ele cita como exemplo de destaque o uso do BIMachine imtegrado ao aplicativo ClimaTempo, que permite à rede varejista contar com dados meteorológicos para determinar ações de venda.

Isso direciona, segundo o diretor, campanhas sazonais. "Há influência do tempo sobre o movimento das lojas ou os produtos. Há itens que são mais vendidos em dias quentes, frios, chuvosos, por exemplo. Analisar estes dados é pensar à frente do tempo", afirma Cunha.

Ainda de acordo com o executivo, o poder de coleta e trabalho de informações trazido pelo BIMachine é usado também por uma equipe de consultores de moda da rede, que analisam os dados para definir campanhas, ações, promoções, entender que produtos têm mais ou menos saída junto aos clientes, quais as preferências de cada público, entre outros aspectos. "E isso também é levado em consideração na hora de criar novas coleções", complementa o gestor.

O CEO da BIMachine, Douglas Scheibler, ressalta que o setor varejista é um dos que mais expressivamente se beneficia do BI e do Analytics, tecnologias de análise e projeção que são essenciais para determinar cenários, avaliar situações e definir estratégias e ações.

"O BIMachine auxilia as empresas no entendimento de seus públicos e seus negócios. Tudo o que é relativo às áreas de atuação, preferência dos clientes, regiões de atendimento, produtos, serviços, operações internas, promoções e muito mais é passível de uma melhor gestão com base em dados seguros, refinados, organizados. É isso o que o BI entrega, e isso é ouro para gerir um negócio", comenta o CEO.

Ainda mais quando se fala em um negócio em franco crescimento, como é o caso do Grupo Lins Ferrão, que neste mês de dezembro comemora 65 anos da Lojas Pompeia e em 2013 adquiriu a marca Gang. Hoje, o grupo está em 89% dos municípios brasileiros de forma física ou virtual.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial