TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Porque acreditamos em uma nuvem aberta

Postado em: 11/07/2018, às 17:14 por Miles Ward

As nuvens abertas têm mais importância agora do que nunca. Enquanto hoje a maioria das empresas usa um único provedor de nuvem pública além do seu ambiente local, pesquisa mostra que grande parte delas provavelmente adotará múltiplas nuvens públicas e privadas nos próximos anos. Na verdade, de acordo com um estudo de 2018 da Rightscale, 81% das empresas com mil ou mais funcionários já adotam a estratégia de usar várias nuvens, e se você considerar o SaaS, a maioria das organizações já está operando desta maneira.

As nuvens abertas permitem que os clientes escolham livremente qual combinação de serviços e provedores atenderá melhor às suas necessidades ao longo do tempo, permitindo que os clientes gerenciem sua infraestrutura de forma eficaz em ambientes de nuvem híbrida.

Acreditamos em três princípios para uma nuvem aberta:

  1. A nuvem aberta proporciona o poder de pegar um aplicativo e movê-lo a qualquer momento para outro ambiente.

 

  1. O software de código aberto permite uma riqueza de pensamento e feedback contínuo dos usuários.

 

  1. As interface de programação de aplicativos (APIs) abertas preservam a capacidade de todos em aproveitar o trabalho uns dos outros.

 

 

  1. Nuvem aberta: o poder de pegar um aplicativo e movê-lo

A abertura é baseada na crença de que estar ligado a uma determinada nuvem não deve atrapalhar o alcance de suas metas. Uma nuvem aberta abraça a ideia de que o poder de entregar seus aplicativos a diferentes nuvens usando uma abordagem comum de desenvolvimento e operação ajudará você a atender qualquer prioridade em um determinado momento ? seja aproveitando ao máximo as habilidades amplamente compartilhadas entre suas equipes ou acelerando a inovação. O código aberto é um ativador de nuvens abertas, porque preserva seu controle sobre onde você aloca seus investimentos em TI. Por exemplo, os clientes estão usando Kubernetes para gerenciar contêineres e o TensorFlow para criar modelos de aprendizado de máquina, seja in house ou em várias nuvens.

  1. O software de código aberto permite uma riqueza de pensamento e feedback contínuo dos usuários

Através do ciclo contínuo de feedback com os usuários, o código aberto (OSS) resulta em um melhor software, mais rápido, que requer tempo e investimento por parte das pessoas e empresas que lideram projetos desta natureza.

Veja alguns exemplos do compromisso do Google com o OSS e os diferentes níveis de trabalho necessários:

*como o Android, tem uma base de código aberto e o desenvolvimento é de responsabilidade exclusiva de uma organização.

*com mudanças conduzidas pela comunidade, como o TensorFlow, envolve a coordenação entre muitas empresas e indivíduos.

*com estratégia orientada para a comunidade, como por exemplo a parceria com a comunidade Linux Foundation e Kubernetes, que conta com colaboração, tomada de decisão e aceitação de consenso sobre o controle.

O código aberto é tão importante para o Google que nós o citamos duas vezes em nossas filosofias corporativas e encorajamos os funcionários ? e todos os desenvolvedores ? a se engajarem nesse sentido.

Usando o BigQuery para analisar os dados GHarchive.org, descobrimos que, em 2017, mais de 5.500 funcionários do Google submeteram o código a quase 26 mil repositórios, criados ao longo de 215 mil solicitações de extração, comprometidos com inúmeras comunidades através de quase 450 mil comentários. Uma análise comparativa da contribuição do Google para o código aberto fornece uma posição útil das principais empresas em código aberto com base em dados normalizados.

Os colaboradores do Google são ativos em projetos populares dos quais você já pode ter ouvido falar, incluindo Linux, LLVM, Samba e Git.

O Google está sempre desenvolvendo projetos internos de código aberto

Os principais projetos iniciados pelo Google incluem:

Kubernetes – orquestração de contêineres (github)

TensorFlow – repositório de aprendizado de máquina número 1 no github

Algoritmo de controle de congestionamento BBR ? sua Internet acaba de ficar mais rápida (github)

Rack de projeto de computação aberta – data center eficiente para todos

gRPC – framework RPC de alto desempenho (github)

Bazel – sistema de integração contínua (github)

VP9 – formato de codificação de vídeo livre de royalties (project)

Chromium – o navegador mais popular (github)

Android – o sistema operacional para smartphone mais popular (website)

Golang – desenvolvimento de software em escala simples, eficiente e confiável (github)

V8 – mecanismo de JavaScript de alto desempenho (github)

  1. As APIs abertas preservam a capacidade de todos de aproveitar o trabalho uns dos outros

Isso permite aprimorar o software de maneira interativa e colaborativa. As APIs capacitam empresas e desenvolvedores individuais a mudar de provedor de serviços à vontade. Pesquisas de nossos parceiros mostram que APIs abertas promovem inovações mais rápidas em toda a indústria e em qualquer ecossistema. Elas dependem do direito de reutilizar APIs estabelecidas, criando implementações independentes e compatíveis. O Google está comprometido em oferecer suporte às APIs abertas por meio de nossa associação à Open API Initiative, envolvimento na especificação Open API, suporte ao gRPC, compatibilidade via Cloud Bigtable com a API HBase, Cloud Spanner e compatibilidade do BigQuery com o SQL: 2011 (com extensões) e do Cloud Storage com APIs compartilhadas.

Construa uma nuvem aberta com o Google

Se você acredita em uma nuvem aberta como nós, gostaríamos da sua participação. Você pode ajudar contribuindo e usando bibliotecas de código aberto e perguntando aos fornecedores de infraestrutura e de nuvem o que eles estão fazendo para manter os fluxos de trabalho livres de bloqueio. Acreditamos que os ecossistemas abertos crescem mais rapidamente e são mais resilientes e adaptáveis ??às mudanças. Como você, estamos nessa em longo prazo.

Vale a pena notar que nem todos os produtos do Google estarão abertos em todos os aspectos e estágios dos seus ciclos de vida. A abertura acaba sendo mais da mentalidade quando se está conduzindo negócios em geral. No entanto, você pode esperar que o Google Cloud continue investindo na abertura dos nossos produtos ao longo do tempo, contribuindo para projetos de código aberto e abrindo o código-fonte de alguns dos seus projetos internos.

Se você acredita que as nuvens abertas são uma parte importante para tornar esse mundo multicloud um lugar no qual todos possam prosperar, sugerimos que você confira nosso novo site de nuvem aberta, no qual oferecemos definições e exemplos mais detalhados dos termos, conceitos e ideias que discutimos aqui.

Melody Meckfessel e Eric Brewer, vice-presidentes do Google Cloud, e Miles Ward, diretor de arquitetura de soluções do Google Cloud(foto).

Tags: , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top