TI INSIDE Online -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

BNDES promove workshop para empresas desenvolvedoras de games

Postado em: 15/03/2017, às 23:05 por Mercado

Nesta sexta, 17, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) promove workshop com empresas desenvolvedoras de games e produtoras audiovisuais. O objetivo do evento é divulgar as regras e condições de financiamento do Banco ao setor por meio do BNDES PROCULT, assim como o uso do sistema de Consulta Prévia Eletrônica do Banco.

Em dezembro do ano passado, a ANCINE lançou o edital de financiamento para produção de jogos eletrônicos e recebeu 123 propostas, das quais 87 foram habilitadas. Por meio da chamada pública (PRODAV 14/2016), serão investidos R$ 10 milhões do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) para a produção de 24 jogos. Os conteúdos deverão ser lançados no mercado de consoles (videogames), computadores ou dispositivos móveis.

Primeiro específico para o gênero, o edital busca ampliar a participação das empresas brasileiras no mercado de jogos eletrônicos. Ao menos 30% dos recursos devem ser destinados às regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Há ainda um percentual mínimo de 10% para produtoras da região Sul e dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

As proponentes classificadas para a fase de defesa oral poderão se candidatar aos recursos do BNDES PROCULT. Para melhor atender à demanda, o Banco organizou o workshop, durante o qual serão apresentadas as regras e as condições de financiamento do programa, assim como o uso do sistema de Consulta Prévia Eletrônica. 

A Consulta Prévia Eletrônica é um sistema para envio de solicitação de financiamento ao BNDES, de forma on-line, com informações para a etapa de enquadramento da solicitação. O sistema permite ao cliente protocolar eletronicamente a consulta prévia, acompanhar o andamento do processo, recuperar arquivos e reapresentar documentos.

Indústria em expansão

 A indústria global de games fechou 2016 com um faturamento estimado de US$ 99,6 bilhões, dos quais US$ 36,9 bilhões originaram-se em plataformas móveis, como smartphones e tablets. Para 2017, a receita total esperada deve atingir US$ 106,6 bilhões, o que representa um crescimento de 7% ao ano. O faturamento com plataformas móveis deve chegar a US$ 42,5 bilhões nesse ano.

O mercado brasileiro de games, por sua vez, deve gerar US$ 1,5 bilhão em 2017, com crescimento de 7,1% em relação a 2016. Do total esperado para 2017, US$ 550 milhões devem ser gerados em plataformas móveis, situação similar ao que já ocorre no resto do mundo. O País deve encerrar o ano como o 13º maior mercado de games no mundo.

Aquiris

Em julho de 2016, o BNDES aprovou sua primeira operação a uma empresa do setor de games. O financiamento, no valor de R$ 1,5 milhão, no âmbito do BNDES PROCULT, destina-se ao plano de negócios da Aquiris Games Studio, de Porto Alegre (RS). Os recursos representam 53,16% do total a ser investido pela Aquiris no projeto, que inclui o desenvolvimento de jogos digitais, além de investimentos corporativos e em marketing.

RSS
Facebook
Twitter
LinkedIn

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)

Top
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial