Reclame AQUI se transforma em Rede de Apoio para ajudar cidadãos durante a pandemia

0
0

No ano em que completa seus 20 anos de sua história, o Reclame AQUI (RA) dá um novo sentido às suas atividades. Neste momento de quarentena, em meio ao novo coronavírus, a empresa se torna também uma Rede de Apoio (RA) e lança uma ação que abre oportunidade a empresas e cidadãos com mais condições para ajudar quem tem menos.

A Rede de Apoio já tem transformado a vida de muitos cidadãos pelo Brasil. Durante o final de semana, foram recebidas 121 histórias. A maioria dos pedidos é de pessoas físicas, que estão passando necessidade por conta do isolamento social e com dificuldades para trabalhar, manter famílias e contas em dia. E os pedidos, em seu maior volume, são por alimentos e material de higiene para conter a contaminação por Covid-19. Produtos como remédios, cestas básicas, álcool gel, leite, fraldas já começaram a chegar às casas de quem precisa.

"Nós queremos aproximar de uma maneira bem simples quem precisa de ajuda e quem quer ajudar. O momento não está fácil, não sabemos o que vem pela frente e tem muita gente passando dificuldade. Criamos uma rede de mobilização social e queremos que essa corrente de solidariedade se espalhe pelo Brasil", explica o fundador e CEO Global do Reclame AQUI, Mauricio Vargas.

A ação funciona dentro do site do Reclame AQUI e ganhou lugar de destaque no topo do site. Em uma área direcionada ao projeto, cidadãos que estiverem precisando de alguma ajuda podem contar sua história e necessidade, e o Reclame AQUI "dá o match", por meio da Rede de Apoio, com as empresas e outras pessoas que se cadastrarem também no site como apoiadoras do projeto e que melhor podem colaborar.

O Reclame AQUI dispõe de uma equipe treinada para fazer a triagem dos pedidos e coordenar as ajudas que chegam para garantir que o máximo de cidadãos sejam assistidos. Os registros de pedido de ajuda e de colaboração são gratuitos.

Quanto às reclamações, nada muda. Continuam a ser registradas pelos consumidores sem alteração nas áreas próprias para essa interação com as empresas.

Deixe seu comentário