Com monitoramento de IPTU, startup de tecnologia cresce 49% por mês na pandemia

0
42

Sem concorrência, inovadora e completamente digital. Essas características fizeram a startup londrinense SCOD Brasil registrar crescimento médio de quase 50% ao mês entre 2020 e 2021. Desenvolvida para monitorar a situação do IPTU de imóveis de loteadoras, construtoras e imobiliárias, a empresa encontrou um mercado repleto de dores e necessidades, que precisava de uma ferramenta para otimizar essa busca e evitar multas, juros, inclusão em dívida ativa e protestos com atraso nos pagamentos.

Além do controle mensal de impostos em atraso, a ferramenta ajuda a saber quais clientes estão entrando em dívida ativa. "Isso evita cobranças de taxas e custos pelos quais a empresa acabaria por ser corresponsável", ressalta o diretor administrativo Lucas Vianna. Para ele, embora a plataforma tenha espaço para aprofundar o desenvolvimento em relatórios e vias de pagamento conectadas com as prefeituras, o acesso rápido às informações é eficaz, já que justamente o tratamento com os municípios é lento e restrito. Realizado manualmente antes, esse trabalho exige tempo e custo, economizados pela ferramenta.

 

Deixe seu comentário