Brasil fecha parcerias em pesquisa e inovação com universidades americanas

0
0

A presidente Dilma Rousseff abordou, durante entrevista coletiva à imprensa, os resultados dos encontros que manteve nesta quarta-feira, 1º, com representantes das grandes universidades e centros de pesquisas dos Estados Unidos, como Berkeley, Stanford e a Universidade da Califórnia. Nesta última, informou ela, foi fechada uma parceria entre com institutos brasileiros de pesquisa de áreas como engenharia de algoritmos, de energias renováveis, solar e eólica.

Sobre a visita a Mountain View, ela relatou a experiência de andar em um carro inteiramente automático e sem motorista, no projeto Google Driverless Car. Mas, o mais importante, enfatizou, foram as informações que recebeu sobre o que o Google pode fazer juntamente com o governo e a sociedade brasileira.

Citou, como exemplo, a parceria que assinada pela empresa norte-americana e o Sebrae, que vai beneficiar as micro e pequenas empresas brasileiras "que montam hoje, se você somar junto com microempreendedor individual, a quase 10 milhões de unidades empresariais".

Segundo a presidente, quando essas empresas têm acesso facilitado à internet para se organizar, para poder vender e para mostrar seus produtos, elas mudam seu patamar de negócios.

O segundo ponto que Dilma destacou foi a da comunicação em áreas remotas. Ela se referia ao projeto Loon, que pretende levar acesso à internet a áreas rurais e remotas no mundo, utilizando balões que viajam pelo espaço para criar redes sem fio, com velocidade semelhante ao 3G. O engenheiro paulista Mauro Gonçalves é um dos responsáveis pelo projeto.

A presidente também destacou a importância de seu encontro com a ex-secretária de Estado Condoleezza Rice, que hoje preside a renomada Universidade de Stanford. Ela lembrou ainda a área de biotecnologia e a visita ao SRI International, antigo Instituto de Pesquisa da Universidade de Stanford, hoje um dos mais importantes centros de excelência na área de inovação do mundo, onde foi recebida pelo presidente da entidade, o PHD em Astronomia, Bill Jeffrey. As informações são da Presidência da República.

Deixe seu comentário