Check Point investe em negócios na área de saúde

0
0

O setor de saúde está na mira da Check Point Brasil, tendo em vista o enorme nicho de mercado potencial para adoção de tecnologias de segurança, devido às diversas  normas e regulamentações para proteger a integridade e o sigilo das informações dos pacientes.

O potencial é maior no segmento hospitalar, aponta Claudio Bannwart, gerente de contas estratégicas da Check Point Brasil. "O setor se caracteriza como um grande mercado consumidor de tecnologias de Firewall, IDS, VPN e DLP por que por suas dependências são atendidos milhares de pacientes que precisam ter seus prontuários médicos eletrônicos gerenciados com segurança", analisa Bannwart.

Embora haja a necessidade, para Bannwart, a demanda é reprimida. "Este é um segmento está em processo de modernização e que vinha sendo explorado", avalia. "Estamos trabalhando com o universo de 100 hospitais em uma primeira etapa. O mercado tem demanda para uma segunda fase e já rastreamos outros 100 hospitais que podem absorver as soluções para garantir a segurança das informações médicas."

E esse não é um setor cuja demanda será atendida em pouco tempo. Para ele, o setor de saúde, como um todo, é bastante vasto e tem potencial para ser atendido em cerca de cinco anos. "Cada vez mais os processos médicos dependem das tecnologias para acontecer. De um simples atendimento clínico até uma complexa cirurgia neurológica, todos os dados estão armazenados e transitando em redes, que precisam se tornar mais seguras, tanto do ponto de vista da integridade dos dados, quanto da proteção contra vazamento", explica.

Na visão de Bannwart, a vulnerabilidade das redes pode abrir precedentes para falhas que colocam em risco a integridade física do paciente. "A confidencialidade das informações é fundamental para o sucesso de um tratamento de um paciente", avalia.

A Check Point está em negociação com quatro grandes clientes, sendo que um deles reúne sete hospitais. Atualmente a fornecedora atende o Hospital 9 de Julho, que utiliza software Blade de DLP para prevenção contra vazamento de dados; IPSec VPN, que controla o acesso remoto à rede; Filtro de URL utilizado no controle de acesso à conteúdos; Identidy Awareness para controle de acesso de usuários, máquinas e endereço IP; Application Control que gerencia o acesso de aplicativos na rede; e o IPS que detecta tráfego malicioso e protege a rede contra tentativas de ataques.

Deixe seu comentário