Para se tornar digital, Banco Fibra automatiza processo e migra sistemas para nuvem

0
65

Buscando aumentar sua produtividade, melhorar a qualidade de seus serviços e produtos ofertados e aprimorar a experiência de seus clientes, o Banco Fibra encontrou na Dedalus o parceiro ideal para gerenciar seus dados na nuvem AWS, o transformando em um verdadeiro banco digital. 

O Banco Fibra entendeu que a digitalização interna era a estratégia que traria maior valor ao seu negócio e aos seus clientes. Para isso, a instituição apostou em um modelo de nuvem, que disponibilizasse escalabilidade, resiliência e segurança, mantendo custo sob controle. A primeira decisão do Fibra foi definir prioridades e estabelecer um roadmap viável que pudesse ser acompanhado em todas as suas fases, além de contribuir para a mudança de cultura da organização, ajudando aos colaboradores a entenderem o novo modelo de desenvolvimento e de lançamento de produtos e serviços e, também, a mensurar o sucesso dentro da nova realidade e das novas expectativas dos clientes do banco.

De acordo com Carlos Alberto Sangiorgio, diretor de Tecnologia e Transformação Digital do Banco Fibra, não havia dúvida alguma que, em um mundo de crescimento exponencial de dados, a estratégia computacional do banco deveria ser data driven. "Melhorar os processos gerando e interligando conjuntos mínimos de atividades correlatas passaram a fazer parte do nosso cotidiano. Em relação às pessoas, temos procurado juntar as áreas de negócios e os envolvidos em cada processo para entender o problema e incentivar a colaboração na busca da melhor solução", conta.

O sucesso da experiência com a utilização de métodos ágeis na área de TI, aliado ao apoio da Dedalus que passou a realizar o gerenciamento de dados na nuvem do banco, tem possibilitado a disseminação dessa cultura pelas diversas áreas da instituição. A iniciativa também preenche uma lacuna do mercado com relação às novas tecnologias, seja pela falta de profissionais especializados ou pelo pequeno número de provedores com ofertas de produtos ou serviços alinhado às necessidades.

Hoje, o gerenciamento de dados, por meio da nuvem, é a grande prioridade do Fibra. Projetos de Big Data, de Analytics e a criação de um Data Lake estão gerando informações essenciais ao negócio. "Nossos processos internos estão mais simples, ágeis, transparentes e seguros no nível que possibilite a uma instituição financeira atender às complexas regulações definidas pelos órgãos governamentais. A percepção positiva dos nossos clientes é um grande motivador para que continuemos nessa jornada", explica Sangiorgio.

O presidente da Dedalus, Mauricio Fernandes, destaca que a companhia possui a missão de auxiliar as empresas na seleção das tecnologias e ferramentas que melhor se encaixem em sua jornada. Por isso, segundo o executivo, é muito gratificante perceber que, durante este processo, conseguiram ajudar também a área de TI do Fibra a fazer parte da estratégia da empresa, deixando de ser vista como a área que sempre tem uma lista infindável de "coisas a resolver" e se tornou um parceiro dos demais departamentos da companhia, que está sempre disponível para ouvir suas demandas e que busca a melhor solução para atender às necessidades do negócio.

 

Deixe seu comentário