Banco digital registra lucro de R$ 32,5 milhões nos primeiros nove meses

0
3

Um dos primeiros bancos digitais do País, o Banco Inter encerrou os primeiros nove meses do ano com lucro líquido de R$ 32,5 milhões, aumento de 50,5% em comparação ao mesmo periodo de 2016. No terceiro trimestre, o lucro liquido foi de R$ 10,4 milhões, 8,9% maior que o 3T16.

O aumento das receitas com prestações de serviços, que foram 72,7% maior ao longo de doze meses e 22,9% na comparação trimestral, e a diminuição de despesas com provisões para devedores duvidosos contribuíram para o resultado positivo.

A instituição também registrou crescimento na base de clientes digitais. O número de correntistas no terceiro trimestre de 2017 chegou a 271,1 mil, 5.4 vezes maior que o mesmo período do ano passado. Nos primeiros nove meses, foram abertas 190,7 mil contas, crescimento de 387%. A média de contas abertas ao dia ultrapassou 1.300 no terceiro trimestre e são realizados sete pedidos para abertura de conta por minuto no banco.

O número de transações realizadas via mobile e internet banking em setembro totalizou 8 milhões, aumento expressivo de 1.863% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. O montante transacionado foi de R$ 8,3 bilhões no mesmo período, incremento de 131% em relação ao acumulado dos nove meses de 2016.

O Banco Inter registrou no primeiro trimestre patrimônio líquido de R$ 370,4 milhões e ativos totais de R$ 3,5 bilhões. O Retorno sobre Patrimônio Líquido Médio (ROAE) encerrou o 9M17 em 12,1%, aumento de 3,6 p.p. em comparação aos 9 meses do ano anterior. Já o Retorno sobre Ativo Médio (ROAA) foi de 1,3% nos primeiros 9 meses do ano, um incremento de 0,3 p.p. em relação ao trimestre anterior. O banco segue com excelente nível de capitalização, com Índice de Basileia de 16,5%.

As operações de crédito somaram R$ 2,4 bilhões nos primeiros nove meses do ano, um aumento de 5,7% nos últimos 12 meses e de 0,7% em relação ao trimestre anterior. A carteira de crédito imobiliário foi de R$ 1,3 bilhão e representou 53,4% do total a carteira de crédito. Seguida pelo Crédito Consignado, que foi de R$797 milhões, com participação de 33,2%, e o Crédito para Empresas, que foi de R$ 321,2 milhões, com 13,4%.

O saldo total de recursos investidos por clientes atingiu R$ 5,4 bilhões no encerramento do 3o trimestre de 2017, o que demonstra variação positiva anual de 18,4% e de 2,4% no trimestre. O volume de novas aplicações superou a marca de 39 mil no terceiro trimestre de 2017, incremento de 286% na comparação anual. A redução do ticket médio das aplicações diretas, que retraiu 58,3% nos últimos 12 meses, retrata a captação cada vez mais pulverizada do Banco Inter.

Deixe seu comentário