Itaú Unibanco adquire mineira Zup por R$ 575 milhões

0
403

O Itaú Unibanco Holding S.A informa em comunicado ao mercado que nesta quinta-feira, 31, celebrou com a Zup I.T. Serviços em Tecnologia e Inovação Ltda um contrato de compra de 100% do capital social da empresa. Essa aquisição permitirá uma aceleração no desenvolvimento dos projetos de transformação digital e oferta de novas funcionalidades e de produtos digitais aos clientes do Itaú. No final de 2015 a empresa já tinha recebido um aporte, cujo valor não foi revelado, do fundo de investimento comandado por Hernán Kazah e Nicolas Szekasy, ex-executivos do Mercado Livre

A compra será realizada em três etapas ao longo de quatro anos. Na primeira etapa, o Itaú adquirirá 51,0% do capital total e votante da Zup pelo valor aproximado de R$ 293 milhões, passando a deter o controle da companhia. No terceiro ano, após o fechamento da operação, o Itaú adquirirá adicionais 19,6% de participação; e, no quarto ano, o Itaú adquirirá a participação restante dos acionistas de forma a alcançar 100% do capital total e votante da companhia.

O valor base atribuído a 100% do capital social da Zup é de R$ 575 milhões, sendo que as parcelas futuras poderão ser ajustadas em função do atingimento de determinadas métricas de performance.

Fundada em Uberlândia (MG) em 2011, a Zup é uma companhia que oferece soluções tecnológicas de acordo com a necessidade de cada cliente. Com mais de 900 colaboradores, possui sistemas que facilitam a integração de novos desenvolvimentos digitais com os sistemas corporativos legados.

Cabe destacar que a gestão e a condução dos negócios da Zup continuarão totalmente segregadas e autônomas em relação ao Itaú, preservando os mesmos princípios e valores atualmente em vigor da Zup, que continuará oferecendo aos seus clientes, dos mais diversos setores, uma gama diversificada de produtos e serviços próprios, competindo livremente, sem restrições ou barreiras comerciais e operacionais.

A conclusão desta operação está sujeita às aprovações do CADE e do BACEN. Não se espera que este acordo acarrete efeitos nos resultados do Itaú neste exercício social.

Deixe seu comentário