Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Federação Assespro lança manifesto contra apagão de mão de obra no setor...

Federação Assespro lança manifesto contra apagão de mão de obra no setor de TIC

0
Publicidade

A Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Federação Assespro – comemora, nesta quarta-feira, (1/12), 45 anos de atuação. Para marcar a data, a entidade reúne no Restaurante Chocolat Glacé, no Centro Empresarial de Brasília, políticos, empresários e dirigentes do setor de TI de todo o Brasil, para lançar um manifesto em defesa de políticas públicas que evitem o apagão de mão de obra no setor, que sofre com falta de profissionais. O manifesto é resultado da reunião do Conselho de Administração da entidade que aconteceu esta manhã.

Para Italo Nogueira, presidente da Federação Assespro, esse é um dos principais desafios do setor nos próximos anos. “A crescente demanda de profissionais de TI se acelerou ainda mais durante o período da pandemia de covid-19. É preciso que em meio a um ano eleitoral que se aproxima, caminhos sejam apontados e soluções propostas para que esse temido problema não ameace a atuação de nossas empresas”, afirma.

O alerta é justificado com os dados do Banco Mundial, que apontam que a área de TI demandará cerca de 420 mil profissionais até 2024. O número se contrapõe à baixa quantidade de formação de mão de obra anual e desperta esse alerta para o risco de um apagão de profissionais qualificados para ocupar os postos vagos.

Retrospectiva

Reunindo mais de 2,5 mil empresas de software e serviços de tecnologia, a Federação Assespro tem como missão tornar o cenário econômico mais favorável para o ecossistema tecnológico. Entre as principais atuações da entidade nos últimos anos está a participação em decisões que impactam o setor, como a desoneração da folha de pagamento, leis de terceirização, Marco Civil da Internet, aplicativos de transporte, entre outros.

Para 2022, uma das metas é reforçar o investimento em inovação através da Assespro Invest, pool de investimento-anjo formado pela Federação Assespro e a Bossa Nova Investimentos. Além de concluir o investimento em 10 startups na primeira fase do programa, a Assespro Invest deve iniciar uma segunda fase, com investimento entre R$ 5 milhões e R$ 10 milhões.

Criada em 2020, a Assespro Invest tem como principal objetivo conectar a experiência de venture capital voltado a pequenos e médios negócios a empreendedores da área de TI, aproximando-os da efervescente cena de investimentos em startups.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile