Alunas do Inatel desenvolvem sistema que monitora câmaras de conservação à distância

0
33

As alunas Luma Rissatti e Ingrid Alves desenvolveram o Sistema de monitoramento de temperatura à distância, Monitoring of Things – MoT, projeto capaz de medir e controlar automaticamente a temperatura, verificar o estado da energia elétrica e a situação da porta das câmaras frias de conservação, utilizadas para armazenar vacinas, laticínios, alimentos e bebidas em geral, e ainda disponibilizar estas informações à distância para que sejam acessadas a qualquer hora e lugar, via Internet.

Além disso, em casos de irregularidades, como temperatura fora da faixa e falta de energia elétrica, um alerta é enviado para um celular e e-mail cadastrados no sistema. Assim, utilizando o conceito de Internet das Coisas, é possível conectar as câmaras aos usuários e garantir a eficiência do processo de monitoramento e a integridade dos produtos armazenados.

O projeto surgiu para suprir a necessidade de uma empresa da área hospitalar, que contratou a equipe para desenvolver um sistema de monitoramento de câmaras de vacina que estavam em manutenção. O projeto está implantado na empresa e é utilizado para monitorar câmaras de conservação de vacinas.

Todos os anos, vacinas, laticínios, alimentos e bebidas são perdidos devido a problemas em câmaras de conservação. O projeto permite o monitoramento confiável desses equipamentos, o que evita prejuízos financeiros e perda de produtos e garante mais segurança para os consumidores.

Os outros projetos do Inatel, que estão em exposição na Campus Future, são o Hemo Analysis IMAGO, que faz a identificação do tipo sanguíneo através do processamento de imagens; o Sistema Seletor de Materiais, um protótipo que realiza a separação de materiais automaticamente; e o Med Mask, uma máscara de monitoramento respiratório com sistema de gerenciamento e compartilhamento de relatórios clínicos.

Deixe seu comentário