Projetos de computação em nuvem impulsionaram os negócios da Magic em 2012

0
1

A demanda aquecida por projetos de computação em nuvem impulsionou os negócios da Magic Software Enterprises no ano passado. A companhia divulgou o balanço relativo ao exercício 2012. No Brasil o crescimento foi de 27% em relação ao apurado em 2011, enquanto na América do Sul houve uma expansão de 23%.

A América Latina representa 4% das receitas globais da companhia, revela Rodney Repullo, CEO da Magic Software Brasil. "Notamos uma aceleração dos projetos, impulsionados pela necessidade das empresas em ter suas aplicações acompanhando as novas tendências tecnológicas", afirma.

Segundo o executivo, os negócios da companhia foram impulsionados também pelos projetos de mobilidade empresarial, com destaque para o desenvolvimento e integração de aplicações de negócio.

No exercício de 2012 as receitas globais chegaram a US$ 126,4 milhões, um aumento de 12% sobre o montante registrado em de 2011. O lucro operacional para o ano encerrado em 31 de dezembro de 2012 aumentou 11%, para US$ 16,4 milhões, ante os US$ 14,7 milhões no mesmo período do ano anterior.

Já o lucro líquido do exercício encerrado em 31 de dezembro de 2012 aumentou 8%, para US$  16,2 milhões, em comparação com US$ 15 milhões de 2011.

O total em caixa, equivalente a caixa e investimentos de curto prazo em 31 de dezembro de 2012, totalizou US$ 38,8 milhões, com zero de dívida (depois de um dividendo em dinheiro de US$ 3,7 milhões pagos durante o quarto trimestre). O fluxo de caixa operacional totalizou U$ 18 milhões no período.

Deixe seu comentário