Parceria entre Dataprev, INSS e bancos facilita acesso a serviços de governo

5
346

Uma parceria entre a Dataprev, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e instituições bancárias disponibilizou aos cidadãos mais um canal para geração de código de acesso a serviços do Governo Federal. Desenvolvido pela Dataprev, o Núcleo de Autenticação Interbancária (NAI) permite que instituições financeiras gerem uma senha inicial para seus clientes pelo internet banking. O código gerado nos bancos autoriza o acesso aos serviços do INSS e do Ministério do Trabalho por meio da plataforma de autenticação eletrônica Cidadão.BR, evitando que o usuário tenha que se locomover até a rede de atendimento.

O Itaú, Banco Mercantil e o Sicredi já oferecem essa possibilidade aos seus clientes. Outras instituições bancárias deverão implementar o serviço nos seus canais remotos nas próximas semanas.

Como funciona

Ao acessar o site do seu banco, o cliente deverá identificar no menu de serviços a opção para criação do código inicial de sete números. Após, deve acessar a plataforma de autenticação eletrônica Cidadão.Br, no endereço http://cidadao.dataprev.gov.br/, e informar seu CPF e o código inicial no campo senha. Em seguida, deverá gerar a senha definitiva, que permitirá acesso a serviços como o extrato de informações previdenciárias, a segunda via da carta de concessão de benefícios e histórico de créditos, além de informações sobre o seguro-desemprego, intermediação de mão de obra e abono salarial.

Cidadão.Br

Plataforma de autenticação desenvolvida pela Dataprev que permite acesso a diversos serviços do Governo Federal — tais como o Meu INSS, o Sine Fácil e a CTPS Digital — o Cidadão BR conta atualmente com mais de 8,4 milhões de pessoas cadastradas e mais de 15 milhões de códigos gerados.

A geração do código inicial pelos bancos complementa as opções de acesso à plataforma Cidadão BR. Antes desta opção, para conseguir o código de acesso era preciso comparecer à rede de atendimento ou se cadastrar diretamente na plataforma, após responder a um questionário eletrônico sobre dados pessoais, trabalhistas e previdenciários. Caso houvesse algum dado divergente — como nome da mãe ou data de nascimento — era necessário comparecer a um posto de atendimento. O novo canal, desta forma, permite que o cidadão que teve dificuldades em gerar o acesso pela internet consiga o código de forma simples e sem sobrecarregar a rede de atendimento presencial.

5 COMENTÁRIOS

  1. Ótima iniciativa do Governo. Mas quais os bancos do Governo já oferecem este serviço de código inicial?
    O atendimento é para qualquer cidadão, ou apenas para os Clientes do Banco?

  2. É válido só para clientes, mas não se anime. Estou tentando no site do Itaú e lá informa que o serviço está "temporariamente" fora do ar por instantes. Já faz mais de 1 hora. Nada do governo funciona, ou melhor os programas da receita para recolher impostos funcionam que é uma beleza, por que será né ???

  3. Não existe essa opção no site do Itaú, nem app. Propaganda enganosa pura! Te bloqueiam no site do cidadão.br por 24 hrs se vc errar algum atributo, daí vc tem de ir até uma agência da previdência e esperar horas. Inútil

  4. Nem sei onde errei na informação do site do cidadão.br; também não te possibilitam refazer…aí… bloqueiam no site…na agencia Santander não tem essa opção..resumindo vou ter que ir na agência previdenciária…

  5. Propaganda enganosa, mentira. nada do governo funciona quando é para beneficiar o contribuinte/população. estou a dias tentando me cadastrar e só da site sem conexão.

Deixe seu comentário