Redução de qualidade de vídeos já impacta consumo de banda no país

0
0

Segundo números do IX.br, entidade responsável por promover a infraestrutura que conecta os Pontos de Troca de Tráfego (PTTs) de Internet no Brasil com os provedores e operadoras, o tráfego de rede no Brasil subiu quase 1 Tbps desde que o País entrou em quarentena, colocando o consumo pouco abaixo de 11 Tbps. A expectativa é que, baseado no retrospecto da semana passada, a demanda alcançou estabilidade.

As medidas anunciadas por provedores de conteúdo, como Netflix, Youtube, Globoplay, Facebook e Instagram – que diminuíram a qualidade de seus vídeo – podem ter ajudado para manter o equilíbrio no consumo da banda larga no País, de acordo com o NIC.br. O órgão diz que isso ajudou os provedores de conexão a tomarem medidas necessárias para melhorar a experiência de seus clientes.

O NIC.br afirma que a infraestrutura brasileira está adequada às recentes mudanças no padrão de consumo. De acordo com o órgão, a capacidade instalada do Brasil é mais do que o dobro do consumo atual, por volta de 25 Tbps, e destaca que, no momento, não é utilizada nem metade da capacidade disponível.

Deixe seu comentário