Dell anuncia novas soluções para infraestrutura multinuvem

0

Las Vegas – Para superar os desafios atuais das áreas de tecnologia das grandes empresas, a Dell Technologies anunciou nesta segunda-feira, 2, soluções que prometem trazer novas experiências em gestão de nuvem públicas com o Projeto Alpine; proteção contra ataques e de recuperação de ransomware; fortalecimento da linha de armazenamento de missão crítica APEX; renovação de sua linha de storage tradicional e o acordo com a Snowflake para o mercado de nuvem pública.

Os anúncios foram feitos na abertura do Dell Technologies World 2022, evento que reúne presencialmente clientes, parceiros de canal e colaboradores em Las Vegas até essa quinta-feira, 5, ocasião em que o CEO e fundador, Michael Dell, disse que a empresa atingiu um faturamento de mais de US$ 100 bilhões no ano fiscal de 2022, encerrado em 28 de janeiro passado.

Ele destacou também sua visão sobre transformações do mundo pós-COVID. "A pandemia colocou um ponto de exclamação na importância da tecnologia digital para todos. Nossos PCs nos mantêm conectados e produtivos, trabalhando de qualquer lugar. E por trás da incrível experiência do usuário final, estamos dando o próximo passo com um ecossistema multinuvem que abrange a computação onde a inteligência artificial processa e move dados por redes 5G em ambientes altamente automatizados".

O executivo também reforçou que em um ambiente cada vez mais digital e conectado, vai ser essencial ter infraestruturas de TI será multinuvem, com cargas de trabalho e dados fluindo perfeitamente em todos os ambientes.

"Hoje, cerca de 90% dos clientes já possuem ambientes locais e de nuvem pública; e 75% estão usando três ou mais nuvens diferentes. Na Dell, estamos há décadas trabalhando duro para inovar as tecnologias e construir o ecossistema que permita a verdadeira multicloud, e entregar a borda, a próxima fronteira, onde os dados se tornam vantagem competitiva imediatamente no momento da criação. Um ciclo contínuo automatizado e inteligente de coleta, proteção, análise e melhoria de dados", enfatizou

Sobre a migração de dados para fora dos data centers, Michael Dell alertou sobre como isso pode mudar o cenário da cybersegurança: "10% dos dados do mundo hoje são processados fora dos data centers. Até 2025, 75% dos dados corporativos serão processados fora de um data center ou nuvem centralizado tradicional. As redes móveis 5G para lidar com o volume de dados na borda, são um grande catalisador para esse crescimento. Como as cargas de trabalho seguem os dados, o futuro distribuído será maior do que você pode imaginar. E assim será a superfície de ataque. Os ataques de ransomware são a ameaça número um para a maioria das organizações e ocorrem a cada 11 segundos, com custos médios de US$ 13 milhões por ocorrência", concluiu.

Proteção de dados

Essas iniciativas foram projetadas para ajudar as organizações a armazenar, proteger e controlar facilmente grandes volumes de dados em aplicações em multi-cloud, como também a recuperação cibernética, principal fator de prejuízos após um ataque de ransomware.

De acordo com um relatório recente do Gartner, o investimento do usuário final em segurança global da informação e gerenciamento de riscos chegará a US$ 168 bilhões até 2022, acréscimo de US$ 13 bilhões em relação a 2021.

"Nossos clientes precisam de ajuda para reduzir a complexidade e estão procurando soluções que usem uma abordagem comum para gerenciar dados onde quer que estejam — na nuvem pública, no data center e na borda", disse Chuck Whitten, co-diretor de Operações da Dell Technologies. "Estamos criando um portfólio de software e serviços que simplificam as ofertas e os ambientes locais e multinuvem",

Com isso, a Dell está aumentando o seu portfólio APEX com o Dell APEX Cyber Recovery Services. Esta é a primeira de uma série de novas soluções APEX que oferecem uma experiência em nuvem e simplificam a recuperação após um ataque cibernético. A Dell gerencia as operações diárias do cofre de recuperação cibernética e fornece suporte para recuperação de dados como serviço, com configurações padronizadas, opções simplificadas de recuperação assistida e a experiência de quase 2.000 soluções de cofre isoladas implantadas em todo o mundo.

Nessa mesma linha, ampliou as ofertas de seu ecossistema multinuvem com o lançamento do Dell PowerProtect Cyber Recovery para Microsoft Azure e também o CyberSense para Dell PowerProtect Cyber Recovery para AWS.

Projeto Alpine

Com base no Project Alpine, lançado em janeiro de 2022, a Dell demonstra que seu software de armazenamento pode ser usado tanto em nuvens públicas como AWS e Azure. Ele fornecerá mobilidade de dados e operações consistentes entre ambientes locais e de nuvem pública. As organizações terão a capacidade de implementar rapidamente ou consumir facilmente software e serviços de armazenamento da Dell, independente da nuvem que esteja utilizando.

 Snowflake

A Dell e a Snowflake firmaram acordo para juntas conectar os dados de armazenamento corporativo da Dell à nuvem de dados da Snowflake, para. Dar aos clientes maior flexibilidade nas operações em ambientes multicloud, atendendo aos requisitos de soberania de dados e transformando facilmente dados em insights, onde quer que estejam.

Os clientes da Dell e da Snowflake poderão usar dados locais inseridos no armazenamento de objetos da Dell com Snowflake Data Cloud, mantendo seus dados no local ou copiando-os perfeitamente para nuvens públicas. No segundo semestre de 2022, as empresas buscarão implementar integrações de produtos e iniciativas de entrada no mercado juntas.

Amazônia

Durante abertura do evento, Michael Dell ressaltou a relevância do projeto Solar Community Hub que, por meio da tecnologia, leva saúde, capacitação profissional, educação para a população ribeirinha e indígena da Amazônia, e anunciou o lançamento de outras 25 unidades do projeto em diferentes países em parceria com a Computer Aid, Intel e Microsoft.

*O jornalista viajou a Las Vegas a convite da Dell Technologies.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui