China interrompe serviços do Google às vésperas de 25º aniversário de protestos no país

0
11

Os serviços do Google foram interrompidos na China desde domingo, 1º, dias antes do 25º aniversário da repressão contra manifestantes pró-democracia ao redor da Praça Tiananmen em 1989, em Pequim, um dos eventos mais controversos da história chinesa, de acordo com um relatório do GreatFire, organização que vigia a censura da internet naquele país.

Segundo informações do site The Next Web, o documento mostra que o governo chinês afetou serviços como a ferramenta de buscas do Google, o Google Maps, Google Translate, Gmail, dentre outros, tornando-os inacessíveis a muitos usuários no país. Em novembro de 2012, a China também bloqueou o acesso a todos os serviços do Google no país antes e durante o 18 º Congresso do Partido Comunistae, anteriormente, em março de 2011, o Gmail também chegou a ser interrompido no país após a ameaça de manifestações inspiradas pelos protestos no Oriente Médio e Norte da África.

Questionado sobre as interrupções, um representante do Google disse: "Nós temos verificado extensivamente e não há nada errado do nosso lado".

Deixe seu comentário