Ações da HTC caem mais de 5% após denúncia de espionagem industrial

0
6

As ações da fabricante taiwanesa de celulares HTC despencaram nesta segunda-feira, 2, na bolsa de Taiwan após denúncias de que três executivos da companhia vazaram informações comerciais confidenciais da empresa. Thomas Chien, Wu Chien-Hung e Justin Huang, funcionários da equipe sênior de design, foram presos na última sexta-feira, 30, segundo informações divulgadas pelo MarketWatch, site ligado ao The Wall Street Journal.

A prisão ocorreu após queixa da HTC, que alega que os funcionários secretamente baixaram arquivos relacionados à interface do ainda não lançado telefone Sense e conspiraram com terceiros para reivindicar taxas de design injustificadas. Além disso, suspeita-se que os três executivos criaram uma empresa própria de design. Por conta das denúncias, os papéis da HTC foram negociados na terça-feira (manhã desta segunda no Brasil) a US$ 4,93, o que representa uma desvalorização de 5,75%.

Deixe seu comentário