Apesar do aumento das queixas, e-commerce fatura R$ 770 milhões na Black Friday

0
15

A edição 2013 da Black Friday brasileira, evento de megapromoções do varejo online e do comércio tradicional, ocorrida na última sexta-feira, 29 de novembro, superou as expectativas do segmento de comércio eletrônico. De acordo com dados da empresa de monitoramento de comércio eletrônico e-bit, o evento movimentou R$ 770 milhões, quebrando os recordes de faturamento em um único dia, e foi responsável por um crescimento nominal de 217%, na comparação com o ano passado.

A expansão nas vendas foi acompanhada do aumento das reclamações dos consumidores. De acordo com levantamento do Reclame Aqui, cujo site exibia denúncias do evento em tempo real, os falsos descontos, que no ano passado representaram 47% das 8 mil reclamações recebidas nas 24 horas Black Friday, desta vez foram para o terceiro lugar na lista de queixas.

Mesmo assim foi um sucesso. Segundo o diretor-geral da e-bit, Pedro Guasti, os resultados dessa edição aproximam o e-commerce nacional das estatísticas norte-americanas. "A Adobe Systems indica que, nos Estados Unidos, as vendas relacionadas à Black Friday movimentaram US$ 1,06 bilhão. O faturamento brasileiro, convertido em dólar, fica em torno dos US$ 330 milhões, o que representa cerca de 30% da receita americana", explica.

A previsão inicial, feita no começo de novembro, era de que as vendas durante todo o dia gerassem R$ 390 milhões para o e-commerce, mas, às 17h, esse número já tinha sido alcançado.

Na última sexta-feira, 1,95 milhão de pedidos foram feitos via internet no Brasil, o que representa cinco vezes mais, se comparado a um dia normal. O tíquete médio das compras na Black Friday ficou em R$ 396.

De acordo com a e-bit, os itens da categoria telefonia/celulares foram os mais vendidos, seguidos por produtos dos segmentos de eletrodomésticos, moda e acessórios, informática e eletrônicos, respectivamente.

Segundo Guasti, os resultados da Black Friday devem impactar no Natal. "O período de compras natalino vai de 15 de novembro até 24 de dezembro. Constatamos que o evento não somente impactou positivamente as vendas na sexta-feira, como também nos dias seguintes", afirmou.

Deixe seu comentário