Stefanini lança versão do chatbot Sophie na modalidade de serviços

0
39

Com a perspectiva de crescimento do uso de inteligência artificial no Brasil, a Stefanini lança uma versão do chatbot Sophie na modalidade de software como serviço (SaaS). Serão oferecidos diversos pacotes, com o objetivo de atender de pequenas e médias empresas (PMEs) a clientes corporativos, incluindo uma versão gratuita.

Pesquisa realizada pela consultoria americana DuckerFrontier, a pedido da Microsoft, mostra que o Produto Interno Bruno (PIB) do Brasil pode crescer 7,1% ano, até 2030, com a utilização de Inteligência Artificial, considerando os segmentos de serviços públicos, prestação de serviços corporativos, varejo, atacado, hotelaria e alimentação, construção, manufatura, mineração, água e energia, agricultura e pesca.

Segundo o estudo, o aumento se daria em função da geração de novos empregos para profissionais qualificados que atuariam com novas tecnologias que, por sua vez, gerariam mais empregos em outros setores, injetando mais dinheiro na economia.

Segundo a Stefanini, a Sophie pode ampliar o nível de satisfação dos clientes em 22% se comparada a um call center tradicional, reduzindo em 50% o volume de chamadas dos consumidores para hotline, além de ampliar em 35% a produtividade dos colaboradores. A solução é flexível, atende a dezenas de tipos de conteúdo e pode aprender qualquer tipo de informação.

A empresa também informa que a plataforma  reduz custos com treinamento, turnover, organização de bases de conhecimento e retrabalho.

Projetada com um conjunto original e premiado de algoritmos de Inteligência Artificial, a plataforma substitui o atendimento humano baseado em scripts por automação, e faz isso de maneira cada vez mais sofisticada, com investimentos ambiciosos em processamento de voz e auto-aprendizado. O objetivo é permitir velocidade e eficiência cada vez maiores na implantação e gestão da plataforma.

Deixe seu comentário