5G e Cloud no mundo do entretenimento são temas do 5×5 TecSummit

0
5

Os avanços tecnológicos estão revolucionando a indústria do entretenimento online, que ganhou maior fôlego durante a pandemia do coronavírus, levando milhões de pessoas a buscarem alternativas para o consumo de conteúdo nestes quase dois anos de isolamento social. O brasileiro, um dos mais conectados do mundo, aumentou o seu consumo e levou as empresas desta indústria a investirem mais em infraestrutura e inovação para garantir a entrega de seus serviços e possibilitar a fidelização do cliente.

Os principais especialistas da indústria do entretenimento estarão reunidos no dia 10 de dezembro, encerrando a programação do 5×5 TEC Summit 2021, para debaterem vários aspectos que envolvem a transformação digital do mercado de mídia. Esta segunda edição do seminário acontece em meio à retomada de várias atividades presenciais, mas o surgimento de uma nova cepa do coronavírus pode mudar os planos para a volta dos eventos presenciais, amplamente esperados por todos.

É também grande a expectativa do setor com a chegada do 5G, que promete aumentar a velocidade da conectividade e facilitar o acesso a conteúdo diversificado e cada vez mais rico. A Inteligência Artificial, a Realidade Virtual e a Realidade Aumentada e a migração das grandes plataformas de conteúdo para a nuvem entram neste jogo para proporcionar

Os organizadores do seminário convidaram Raphael Domingues, head de business development do SAS, para abordar o 5G e redes privadas, em um painel especial, enquanto outro painel será para debater o "casamento do entretenimento com o 5G" e como as novas redes de banda larga móvel mudam a forma como o entretenimento será consumido, distribuído e produzido, além de abordar o seus impactos nos mercados de games, streaming e produções ao vivo. Participam deste painel Alexandre Britto,  – presidente da Associação Brasileira de OTT – Abott's; Leo De Biasi, fundador e CRO da BBL; Marcio Kanamaru, head de TMT da KPMG; e Sérgio Santoro, coordenador de mercado do Fórum de TV Digital.

DTV 3.0: A evolução da TV aberta

Há quase 15 anos a TV digital está disponível aos brasileiros, que puderam se livrar dos chuviscos no seu aparelho e conseguiram ter acesso a uma imagem de qualidade. Agora é a era dos aplicativos, e a TV aberta se separa para uma nova jornada, que está sendo chamada de DTV 3.0: A evolução da TV aberta. Sérgio Santoro, coordenador de mercado do Fórum de TV Digital foi convidado para um Keynote e contar as novidades nesta área e mostrar como a navegação por aplicativos de streaming poderá elevar a experiência do telespectador na tela da TV.

Cloud e Inteligência Artificial a serviço do entretenimento

A entrega de conteúdo depende, cada vez mais, de melhor infraestrutura e tecnologias, e o futuro do entretenimento passa pela capacidade de personalização de conteúdo e de publicidade, com serviços customizados e escaláveis. Os recursos de Inteligência Artificial, Realidade Virtual e Realidade Aumentada passam a ter maior relevância nas estratégias dos provedores de conteúdo de entretenimento. O desafio será descobrir como se beneficiar dessas tecnologias e quais os caminhos de evolução dos serviços e plataformas. Para este debate foram convidados Carlos Cauvilla, diretor de tecnologia e operações do SBT; Omarson Costa, consultor da Accenture; Paulo Samia, CEO do UOL; Raymundo Barros, diretor de estratégia e tecnologia da Globo; e Thales Freitas, diretor de desenvolvimento e transformação digital da Sky.

A migração da Globo para a nuvem

Seguindo a ideia de debater a relevância da infraestrutura para entrega de conteúdo, o 5×5 TEC Summit convidou Raymundo Barros, diretor de estratégia e tecnologia da Globo, para uma palestra especial e contar como foi a migração para a nuvem pública e os resultados obtidos. A empresa registrou durante a pandemia elevado consumo de conteúdos em rede, especialmente com os índices explosivos de demanda por conteúdos com o Big Brother (que cresceram 300% esse ano e demandam 3 vezes mais infraestrutura).

A Transformação digital no mercado de entretenimento será tratada por Omarson Costa, diretor da Accenture, no segundo keynote do dia. A ideia é mostrar como esta indústria chega à "era da personalização do conteúdo" e como as tecnologias estão contribuindo para que isso aconteça.

O consumidor de entretenimento na era digital

Além das inovações em Entretenimento, o 5×5 TEC Summit, que acontece online de 6 a 10 de dezembro, vai debater as outras importantes verticais de mercado: Governo, Financeiro, Energia e Saúde. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na página do evento (www.5x5tecsummit.com.br), que também oferece a programação completa.

Deixe seu comentário