Thomson Reuters inclui "análise de sentimento" à sua plataforma financeira

0
0

A Thomson Reuters acaba de anunciar que acrescentou o serviço "Twitter and News Sentiment Analysis" (análise de dados de sentimento para notícias e para publicações no Twitter) ao Thomson Reuters Eikon, sua principal plataforma de dados para o mercado financeiro. Por meio de aplicativos gráficos, os novos dados oferecem aos profissionais dos mercados financeiros maneiras rápidas e intuitivas para identificar tendências e oportunidades em grandes volumes de dados não estruturados, fazendo com que eles adquiriram percepções e obtenham vantagem competitiva.

O acompanhamento do sentimento das notícias e mídias sociais para medir e prever o impacto de notícias de última hora sobre os preços e volatilidade do mercado é uma prática que tem se tornado cada vez mais popular ao longo dos últimos cinco anos, e o Aite Group estima que agora mais de 50% das empresas com administração quantitativa estão usando feeds de notícias que podem ser lidos por máquinas. Entretanto, os dados fornecidos por meio de tais feeds sempre foram muito detalhados para que sejam facilmente compreendidos por operadores humanos.

Para atender esse crescente interesse no mercado, a Thomson Reuters inseriu um recurso exclusivo no Eikon que extrai os dados tanto do Twitter quanto do StockTwits, e mede e analisa o sentimento usando uma metodologia exclusiva. O aplicativo de geração de gráficos proporciona aos profissionais do mercado financeiro uma visão clara do volume de publicações positivas e negativas no Twitter em relação a qualquer empresa listada, assim como uma análise técnica avançada, que permite identificar potenciais eventos que estejam afetando a empresa e o mercado enquanto eles acontecem. As informações incluem os principais influenciadores identificados e também uma abrangente amostragem de toda a atividade, tudo para fornecer uma descrição exclusiva e poderosa do sentimento global no Twitter a qualquer momento. Os clientes também podem visualizar com mais detalhes os dados subjacentes para investigar mais a fundo o que está sendo dito e quem está falando.

Além disso, a análise de sentimento para notícias recém-integrada à plataforma Eikon se baseia em outra solução da empresa, o Thomson Reuters News Analytics, um dos serviços avançados para a automatização do consumo e análises sistemáticas das notícias. A solução usa um sistema patenteado de classificação de sentimento para fornecer uma descomplicada pontuação média flutuante do sentimento em relação a notícias para mais de 30.000 empresas listadas. Esses dados são complementados pelos preços das ações da empresa em um formato amplamente visual para oferecer aos profissionais do mercado financeiro uma ideia de como o sentimento médio está se desenvolvendo ao longo do tempo e afetando os preços de mercado, facilitando o reconhecimento de tendências importantes nos dados.

"A capacidade de incorporar as mídias sociais no kit de ferramentas de análise está se tornando uma das demandas mais frequentes entre a geração atual de operadores", afirmou a analista do Aite Group, Danielle Tierney. "Tal funcionalidade não é mais somente uma adição de valor, e está a ponto de se tornar uma parte importante de várias estratégias quantitativas. O verdadeiro divisor de águas é sua aplicação, ou em outras palavras, como esses dados são aproveitados para oferecer aos profissionais do mercado financeiro uma imagem facilmente compreensível das tendências do mercado."

"As finanças comportamentais estão em uma área que interessa cada vez mais os mercados financeiros. Entretanto, os operadores humanos têm encontrado dificuldades para acompanhar o ritmo, devido ao grande volume, aos detalhes e a necessidade de interpretar e identificar tendências imediatamente", afirmou Philip Brittan, CTO e Global Head de plataforma para a unidade de negócios de Financial & Risk da Thomson Reuters. "Com a adição desses dados de sentimento ao Eikon, estamos combinando nossos conteúdos e percepções exclusivos com ferramentas de análise e uma visualização inovadora. Na verdade, isso é apenas a ponta do iceberg em relação ao que planejamos fazer para transformar texto qualitativo e desestruturado em percepções quantitativas e práticas para nossos clientes."

Deixe seu comentário