Pandemia aumenta em 30% demanda por empréstimo via plataforma de peer to peer

0
0

A crise econômica gerada pelo cenário do coronavírus afetou todo o mercado de renda variável e, embora o verdadeiro impacto na economia brasileira esteja longe de ser totalmente previsível, a desaceleração econômica já é uma realidade. Há uma série de empresas que, mais do que nunca, precisam de capital para buscar se equilibrar em um momento tão delicado.

Neste contexto, a plataforma de empréstimos via peer to peer lending Ulend, registra um crescimento de 30% na procura por crédito no mês de março em comparação com fevereiro: 610 x 457 solicitações. 

O volume de capital procurado também apresenta crescimento. Em março, ao todo, o valor solicitado foi de mais de R$ 98 milhões, frente aos R$ 75 milhões de fevereiro, um crescimento de R$ 33,5%. Além disso, comparando a primeira quinzena de março (1 a 15) com a segunda (16 a 30), quando a crise se agravou no Brasil, a procura aumentou em 46% na quantidade de solicitações. 

O perfil das empresas que procuram os serviços da Ulend também mudou neste período. Após o pânico do COVID-19, houve um aumento de demanda por empresas com maior faturamento. A média de faturamento das empresas que solicitavam capital era de R$5,75 milhões, número que subiu para R$ 7,62 milhões – diferença de 32,4%.  

"Neste cenário de crise econômica causada pelo Coronavírus, muitas micro e pequenas empresas precisam acessar capital de maneira rápida e segura, o que justifica esse crescimento da procura na ponta das empresas. Além disso, a proporção da crise faz com que, mesmo as empresas maiores, se capitalizem para manter de alguma forma sua gestão financeira, o que explica essa busca por parte de empresas que faturam mais", explica o sócio fundador da Ulend, Gabriel Nascimento. 

Mas e o investidor? 

Se na ponta das empresas existe a demanda por capital, o cenário caótico da economia evidentemente deixou os investidores com um pé atrás. Mas, de acordo com Nascimento, o perfil de produtos oferecidos pela Ulend vem ajudando a trazer mais segurança para os investidores. "Embora a ponta do investidor esteja tomando uma posição de cautela e observando as melhores oportunidades de mercado, na Ulend, mais de 80% das operações de crédito disponibilizadas na plataforma possuem garantias reais, como aplicação financeira sob custódia da Ulend ou recebíveis, além de empréstimos com garantia de imóveis, que minimizam ou eliminam perdas em casos de inadimplência. E isso é um bom cenário em tempos de crise", explica.

Segundo ele, dentro de todos os produtos com garantia, uma alternativa bastante sólida são aquelas baseadas em imóveis. "Em caso de não pagamento, um imóvel sempre vai de garantia em uma dívida, não importa o cenário que ocorra. Aqui na Ulend, sempre selecionamos imóveis que valham entre 50%-70% a mais que o valor da dívida. Isso se refere a casas, apartamentos, terrenos. Então é uma alternativa que harmoniza segurança com potenciais lucros futuros mais atrativos", finaliza.

Deixe seu comentário