Mobile banking rouba a cena e representa mais de 1/3 das transações bancárias

0
38

Ao apresentar resultados dos investimentos dos bancos em tecnologia, nesta manhã de 5ª feira, 3, Gustavo Fosse, diretor setorial de tecnologia e automação bancária da Febraban, chamou a atenção para o desempenho do uso intensivo do mobile banking ou transações financeiras feitas por dispositivos móveis – tablets e smartphones. De acordo com a 26ª edição da Pesquisa de Tecnologia Bancária 208 da Febraban, as transações por aplicativos de celular deram um salto de 70%, impulsionadas pelo crescimento do pagamento de contas (+85%), transferências/DOC/TED (+45%), contratação de crédito (+14%) e investimentos/aplicações (+42%).

No último ano foram realizadas 25,6 bilhões de transações por meio do canal móvel, alta de 38%. A participação do mobile no total das transações bancárias cresceu 3,5 vezes em relação a 2011, confirmando-se, segundo a Febraban, como o canal preferido pelos brasileiros para realizar operações bancárias.

As transações pelo internet banking não deixaram de crescer, mas foram tímidas frente à plataforma móvel. De acordo com a pesquisa da Febraban, foram realizadas 15,8 bilhões de transações por este canal, um avanço de 2%. Já o número de transações com movimentação financeira aumentou 6%, de 3,4 bilhões, em 2016, para 3,6 bilhões em 2017.

Juntos, mobile e internet banking contabilizaram 5,3 bilhões de operações com movimentação financeira em 2017. Os dois canais acumulam 58% de participação no total das operações (com ou sem movimentação financeira).

Deixe seu comentário