Nova página do Sebrae orienta pequenos negócios a atuar em marketplaces durante a crise

0
18

Donos de pequenos negócios interessados em ampliar presença em marketplaces contam com novo espaço exclusivo no Portal Sebrae. Lançado nesta terça-feira (2), o site reúne orientações e conteúdos sobre como as micro e pequenas empresas podem atuar no ambiente de varejo online de marketplaces. A iniciativa faz parte da contrapartida da instituição na parceria com o Magazine Luiza para apoiar pequenos negócios que, devido à crise, buscam a internet como canal de vendas para seus produtos e serviços.

Com a parceria, o Sebrae disponibilizará sua capilaridade no território nacional e knowhow de capacitação, consultoria e inovação tecnológica para os pequenos negócios, preparando-os para o mundo digital. De acordo com o coordenador de Transformação Digital do Sebrae, Francisco Saboya, as vendas em ambientes online também devem ser acessíveis às micro e pequenas empresas. "O comércio eletrônico é um processo irreversível, mais acessível a médias e grandes empresas. Agora, com a parceria entre Sebrae e Magalu, chega também ao pequeno negócio tradicional, que atua na loja física e está com dificuldade de chegar ao cliente, principalmente neste momento de mudanças na forma de consumo", analisou.

A nova página do Portal Sebrae oferece diversas soluções educacionais e conteúdos voltados para a inserção dos negócios na economia digital já disponíveis no Sistema Sebrae. Ao todo, são 13 conteúdos em diversos formatos, como artigos, e-books, cartilhas e vídeos com orientações e dicas de como preparar negócios para ter presença digital e sucesso de vendas na internet em plataformas digitais de marketplaces. Também são indicados cursos de capacitação online gratuitos no Portal Sebrae, como o de Planejamento de Marketing Ferramentas Básicas e o de Marketing Digital para Empreendedores, um dos mais acessados atualmente.

Pesquisa recente divulgada pela ACI Worldwide que analisou as transações de e-commerce no mundo, constatou que a crise causada pelo coronavírus continuou a influenciar as vendas de comércio eletrônico em abril, com crescimento de 209% em comparação ao mesmo período do ano passado. No Brasil, segundo dados da SEMRush, a Magazine Luiza aparece em 2º lugar no ranking dos e-commerces que tiveram maior crescimento de tráfego entre janeiro e abril deste ano, com 50% de aumento no número de acessos em sua loja virtual. Em 1º lugar, com crescimento de 56% está a Amazon, líder mundial do segmento.

Em março deste ano, o Magazine Luiza anunciou o Parceiro Magalu, uma plataforma digital criada para atender às necessidades dos donos de pequenos negócios e autônomos durante a crise. O novo marketplace oferece um ambiente digital para comercialização de produtos, com o auxílio de um sistema integrado de gestão de vendas que permite a divulgação, pagamento e logística de entrega com apoio da plataforma.

Para conhecer a nova página do Porta Sebrae clique aqui

Deixe seu comentário