Schlumberger seleciona seis startups em seu primeiro programa de inovação

1

Schlumberger, empresa prestadora de serviços de energia, selecionou para o Programa de Inovação Aberta SLB Conecta, que inicia já em 2022, seis startups das áreas de gestão de talentos, analytics, digitalização ou transformação digital e sustentabilidade.

Dentre as 45 empresas que se inscreveram, as seis selecionadas foram: Na área de gestão de talentos, FolhaCerta,  RECRUT. AI e Senai-CIMATEC. Na área de digitalização a Vidya, e para sustentabilidade foram a Deep ESG e a GreyLogix. O programa tem um aporte inicial de R? 2 milhões, que poderá ser expandido. O SLB Conecta é realizado em parceria com a Consultoria e plataforma de transformação de negócios EloGroup.

Nesta primeira fase, as startups selecionadas receberão aporte de capital para realizarem testes e provarem a capacidade de executar as inovações prometidas, a escalabilidade e a viabilidade financeira. O programa planeja ainda mais duas fases para 2022.

Na área de descarbonização, as duas startups que avançaram na categoria prometem soluções no monitoramento da emissão de gases de efeito estufa (GEE ou GHG). A Deep ESG apresentou uma plataforma que consolida as emissões e atribui scores aos fornecedores, com base em documentação já existente. Já a GreyLogix ofereceu um sistema de câmeras e inteligência artificial para identificar e qualificar o flare da plataforma e sua composição.

Na categoria de Operação Remota, a Vidya trabalha com o conceito de monitoramento remoto de equipamentos através de Digital Twins (gêmeos digitais). A solução contextualiza dados e os processa com Inteligência Artificial, promovendo confiabilidade à operação.

Na área de Gestão de Talentos, duas startups trabalham no desafio de inovar na identificação de talentos. A FolhaCerta desenvolveu uma plataforma para registro fidedigno dos dias e horas trabalhados, coletando e gerenciando o banco de horas e na comunicação entre gestores e colaboradores. A RECRUT. AI é uma nova geração de plataformas de R&S que irá facilitar a identificação de candidatos qualificados para atuar no offshore, utilizando inteligência artificial por meio de um hunting automatizado. Por fim, o Senai-CIMATEC, que é um Instituto de Ciência e Tecnologia — ICT, busca promover diversidade e inclusão, desenvolvendo um conjunto de competências técnicas por meio de trilhas de formação de PCDs (Pessoas com Deficiência), no desafio de identificação e na empregabilidade para estes profissionais.

Para Anna Paula Lougon Duarte, diretora de Tecnologia da Schlumberger, o programa SLB Conecta está em linha com o compromisso da empresa de impulsionar o alto desempenho de suas atividades e de seus clientes, de forma inovadora e sustentável."Promovemos oportunidades para as startups dentro do nosso ecossistema de inovação, que tragam soluções com alto potencial de impacto e capazes de solucionar os desafios propostos, inerentes às operações que temos no Brasil, desafios nossos e de nossos clientes. Essas soluções apresentadas no programa irão reverter para a nossa indústria e nossa sociedade os benefícios gerados", afirmou a executiva.

As startups que passarem pelas provas de conceito, avançarão para a etapa de escalonamento e de encontrar parceria comercial. As empresas escolhidas poderão ter a oportunidade de serem contratadas e trabalharem em um modelo de co-desenvolvimento e acesso direto às lideranças e aos especialistas da empresa, além de estarem mais aptas a outras possibilidades de investimento e coworking nos Innovation Hubs da SLB (Research, Development and Innovation Center, assim como também o Innovation Factory) no Rio de Janeiro e de exportar sua solução para fora do Brasil, nos mais de 85 países onde a Schlumberger está presente.

"A Schlumberger é uma das empresas mais inovadoras do mundo, por isso estamos incentivando ideias que nos auxiliem a migrarmos para uma economia de baixo carbono, com projetos nas áreas de descarbonização e tecnologias ultramodernas, como é o caso dos gêmeos digitais, mas sem esquecer das soluções mais humanizadas na identificação de talentos, com diversidade e inclusão", disse Bruno Alves, diretor-geral da Schlumberger Brasil.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui