SAP Labs será o hub de IoT para disseminar inovação na América Latina

0
0

A SAP Labs Latin America, centro de desenvolvimento de aplicações e serviços de suporte da SAP na América Latina, localizado em São Leopoldo (RS), investirá cerca de R$ 40 milhões nos próximos 5 anos para desenvolver soluções para a plataforma de Internet das Coisas (IoT). A informação é de Dennison John, presidente da SAP Labs Latin America, acrescentando que o objetivo é contratar mais 600 colaboradores no período para se juntarem aos atuais 900 funcionários do centro, que está completando 11 anos e já consumiu R$ 100 milhões de investimentos da gigante de software.

Entre 2016 e 2017, o número de novos profissionais contratados cresceu 30%, mantendo um ritmo de crescimento superior aos anos anteriores e indo no contraponto do atual momento de crise econômica do Brasil. A expansão acontece a partir da abertura de novas áreas de negócio como a Cloud Advisory Office, focada em clientes da plataforma HANA Enterprise Cloud; Solution Delivery Center, que realiza a entrega de serviços para clientes premium, e Digital Farming and Agricultural Applications, área que desenvolve soluções de Internet das Coisas para agricultura de precisão. O laboratório também recebeu um novo time de desenvolvedores para o projeto SAP Vora. A tecnologia é uma plataforma em memória para análise de grandes volumes de dados que vai permear a criação de tecnologias disruptivas para os clientes da SAP globalmente. Atualmente, há 30 novas vagas para cientistas de dados atuarem no projeto.

O crescimento também ocorreu a partir da aquisição de empresas como a Fieldglass, especializada em soluções de gestão de equipes terceirizadas, que está na fase de localização; e do Concur, focada em sistemas online de gestão de viagens e despesas.

Tanja Rueckert, presidente da unidade de negócios de IoT & Digital Supply Chain da SAP Global (foto), em sua apresentação para a imprensa nesta quinta-feira, 3,  explicou que o SAP Labs brasileiro será o terceiro no mundo, depois de New York e Paris, a receber o SAP Leonard Center, a plataforma de IOT da empresa. O próximo será instalado na cidade de Bangalore, na Índia.

"Estamos orgulhosos de anunciar a abertura do SAP Leonardo Center no Brasil, criado para ser o nosso show case de inovação em novas tecnologias para clientes e parceiros. Nosso objetivo é acelerar a transformação digital dos clientes usando a metodologia Design Thinking e todo o potencial do SAP Leonardo, nosso portfólio de inovação digital", afirma a executiva.

Os SAP Leonardo Centers atuam como um espaço aberto para clientes e parceiros, com o intuito de acelerar sua jornada de inovação digital utilizando Design Thinking e as capacidades da plataforma. Clientes e parceiros terão acesso às tecnologias como IoT, Machine Learning, Blockchain, Big Data, Análise de Dados e a plataforma para desenvolvimento de aplicações em nuvem SAP Cloud Platform.

A executiva relacionou várias empresas globais que estão se beneficiando da transformação digital, como a fabricante de motos esportivas Harley Davidson que antes produzia uma moto personalizada em 21 dias e passou a produzi-las em apenas 6 horas, como o uso da solução SAP,uma produtividade de 2.000%.

Outro exemplo citada pela executiva é o porto de Hamburgo, que estava limitado pelo limite físico e o crescimento do movimento de embarque e desembarque de cargas. "Com o uso do SAP Leonardo foi possível criar um sistema de conectividade para controlar o fluxo descarga dos navios, combinado com a movimentação de caminhões de transporte, para que o fluxo de movimentação e estacionamento fosse mais eficiente possível, otimizando toda a cadeia de logística e transporte de cargas.

Mencionou também o projeto da UPS, que criou uma rede de distribuição com impressoras 3D para ao invés de transportar uma peça física "imprimi-la" no lugar de destino, levando o serviço cada vez mais perto do cliente final.

Para o líder global do SAP Leonardo Center, Joachim von Goetz, o ecossistema da SAP terá acesso e poderá usar essas tecnologias digitais oferecidas pela para projetar seus futuros modelos de negócios digitais. "Trata-se de uma experiência digital holística com espaços físicos para inspiração, além de ofertas de soluções e showcases. Agora, trabalhando junto com nossos clientes e parceiros nesses projetos inovadores, podemos colocar em prática toda a capacidade do portfólio do SAP Leonardo para cobrir todos os estágios de desenvolvimento e transformação digital. Vamos acelerar a jornada de transformação digital dos nossos clientes", explica.

A escolha de São Leopoldo para receber um SAP Leonardo Center foi feita por conta dos componentes existentes no espaço de 17 mil metros quadrados da empresa, a qual junta times de Design Thinking, desenvolvimento, prototipação, IoT, big data, Analytics e Blockchain, permitindo que os produtos do SAP Leonardo Center possam ser estruturados e desenvolvidos de maneira inovadora e disruptiva, levando a transformação digital para clientes da América Latina. Atualmente, em São Leopoldo, já existem 30 pessoas trabalhando no portfólio SAP Leonardo, dando suporte local ao SAP Leonardo Center.

Deixe seu comentário