Veeam anuncia nova gerente de marketing para o Brasil

0
18

A Veeam anuncia sua nova gerente de marketing para o Brasil. Renata Elisa Marcicano, executiva com mais de 10 anos de experiência no mercado B2B de Tecnologia da Informação assume o cargo com o principal desafio de consolidar ainda mais a empresa como referência em gestão de dados na nuvem.

Para isso, entre suas prioridades está a atuação direta junto à diretoria de canais da companhia. "A Veeam, em sua essência, é uma empresa de parcerias tecnológicas, por isso, minha função é trabalhar lado a lado com o canal oferecendo o apoio necessário para que eles nos ajudem a alavancar as vendas locais. Também tenho como meta desenvolver novos parceiros para identificar novas oportunidades de negócios para a companhia", afirma Renata. Hoje a Veeam soma mais de 1200 canais distribuídos em todo o Brasil.

Outro desafio, segundo a gerente, será definir a estratégia e a tática para reforçar os benefícios que as soluções inovadoras da Veeam podem trazer a companhias de qualquer segmento. "Quero reforçar ao mercado nossa expertise e liderança em backup, gestão e recuperação de dados e o quanto a nossa tecnologia pode contribuir para redução de custos, e de tempo, garantindo a continuidade dos negócios sem interrupções".

Também está nos planos da nova colaboradora da Veeam a verticalização da comunicação na operação brasileira, tornando o discurso da Veeam mais direcionado a cada segmento de negócio. "Nosso portfólio é aderente às áreas de saúde, educação, finanças, varejo, entre outras, e ao verticalizarmos nossa mensagem poderemos atuar de forma mais agressiva com profissionais especialistas para cada um desses setores".

Renata soma passagens pela Cisco, Trend Micro e Microsoft, nas quais exerceu funções relacionadas a estratégias on line e off line de Comunicação e Marketing. Graduada em Publicidade e Propaganda com habilitação em Marketing pelo Mackenzie, pós graduada em Comunicação Empresarial na ESPM, a executiva também é mestre em Comunicação Intercultural e Cooperação, pela Universidade de Ciências Aplicadas de Munique (Alemanha).

Deixe seu comentário