Nomeada para comissária da UE diz que manterá gigantes da tecnologia sob estreita vigilância

0
0

A nova Comissária Europeia da Competição, a ex-ministra dinamarquesa da Economia Margrethe Vestager, que deve substituir o atual chefe antitruste da União Europeia Joaquín Almunia, que deixará o cargo no fim deste mês, afirmou que manterá titãs americanos da tecnologia, como Google e Apple, sob estreita vigilância.

Durante audiência com os legisladores do Parlamento Europeu, na quinta-feira, 2, Margrethe disse que o Google é "um negócio enorme, com enorme parte do mercado", por isso afirmou que olhará mais profundamente para o gigante das buscas e outras empresas digitais. "Devemos nos envolver, de fato, e encontrar uma compreensão muito mais profunda desses mercados", disse ele aos membros da Comissão de Assuntos Econômicos e Monetários do Parlamento.

Mas a ex-ministra dinamarquesa se recusou a dizer se irá prosseguir com acusações formais, conhecidas como comunicação de objeções, contra o Google, por suposto abuso de posição dominante nos mercados de buscas na internet e de publicidade online. Mas ela disse estar "absolutamente certa de que haverá próximos passos", no caso do Google. Já de "que tipo esses passos serão, ainda é muito cedo para eu dizer", disse ela, segundo o The New York Times.

Os comentários de Margrethe foram suficientes para ganhar um endosso, nesta sexta-feira, 3, de Burkhard Balz, parlamentar alemão e porta-voz do grupo político de centro-direita membro da Comissão de Assuntos Econômicos. Balz disse que seu grupo "gostaria de ver uma ação forte na investigação do Google" e seus membros "apreciariam se ela garantisse acompanhar este assunto com a máxima importância."

Audiência com Margrethe é parte de um longo processo de seleção do comissário antitruste da Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia. Embora o Parlamento não tenha o poder de vetar candidatos individualmente, ele pode aprovar ou rejeitar toda a relação de candidatos. Esse voto está previsto para ocorrer no dia 22 próximo, poucos dias antes dos novos membros da comissão tomarem posse.

Deixe seu comentário