Yahoo pode participar de nova rodada de investimentos no Snapchat

0
13

O Yahoo deve utilizar parte do que recebeu com a venda de sua participação no gigante chinês de comércio eletrônico Alibaba em uma nova rodada de investimentos no aplicativo de compartilhamento de fotos Snapchat. Segundo fontes próximas ao assunto relataram ao The Wall Street Journal, a rodada está programada para valorizar o Snapchat em US$ 10 bilhões. Não ficou claro, no entanto, o quanto o Yahoo planeja investir.

De acordo com o jornal americano, o Snapchat poderia se tornar um importante parceiro estratégico para o Yahoo, uma vez que a empresa busca novas maneiras de distribuir seu conteúdo, aplicativos e anúncios no mundo móvel. Porém, ao ser valorizado em US$ 10 bilhões, o Snapchat também representa um investimento caro e arriscado, visto que ainda busca transformar seu serviço móvel popular, em um negócio que gere receita.

Com três anos de existência, o Snapchat possui mais de 100 milhões de usuários. Nas próximas semanas, o aplicativo planeja estrear um novo serviço para sumir com artigos de notícias e anúncios, da mesma forma que acontece com mensagens, que desaparecem 10 segundos após serem lidas.

Aquisição

Separadamente, o Yahoo continuou sua onda de aquisições de startups e adquiriu o MessageMe, aplicativo de mensagens móveis similar ao WhatsApp que já levantou US$ 11,9 milhões em financiamentos, segundo informações do blog de tecnologia TechCrunch. O valor da compra não foi divulgado.

Conforme os termos do acordo, a equipe de doze pessoas do MessageMe será integrada ao time do Yahoo. É possível que os profissionais da empresa adquirida trabalhem em um aplicativo de mensagens móveis que o Yahoo está construindo internamente, que está sendo chamado de Instant Yahoo.

Embora já possua um aplicativo próprio de mensagens móveis no mercado, o Yahoo Messenger, o app é um resquício de uma outra época de mensagens – basicamente uma porta da área de trabalho do cliente de mensagens instantâneas para o celular. O aplicativo é popular no exterior em mercados como Ásia e na Índia, onde os planos para celulares não incluem os mesmos tipos de planos de mensagens ilimitadas encontrados nos EUA.

Em maio do ano passado, o MessageMe atingiu 5 milhões de usuários, apenas dois meses após sua estreia.

Deixe seu comentário