ZENVIA anuncia aquisição da SenseData

0
22

Com 18 anos de mercado e o título de primeira companhia SaaS da América Latina a abrir capital na Nasdaq, a ZENVIA anuncia a sua nona aquisição. A escolhida é a SenseData, startup fundada em 2016 especializada em Customer Success Management, ou gerenciamento do sucesso do cliente. A SenseData possui a capacidade de construir a visão única do cliente baseada em dados acionáveis, com um motor de regras altamente personalizável, permitindo que as empresas antecipem-se às necessidades de seus clientes.

Essa é a primeira aquisição da ZENVIA após o IPO e a terceira em pouco mais de um ano. Em julho de 2020, a companhia adquiriu a Sirena, startup argentina focada em soluções de comunicação para times de vendas por WhatsApp. Em julho deste ano, anunciou a aquisição da D1, provedora de Software como Serviço (SaaS) para orquestração de jornadas digitais.

Mateus continuará à frente da SenseData com os seus times. A aquisição deve ser concluída em 2023. Juntas, as empresas passarão a somar mais de R$ 500 milhões em receita anual, mais de 10 mil clientes e 920 colaboradores.

O que muda na ZENVIA

A plataforma da ZENVIA oferece soluções, ferramentas e canais de comunicação para que empresas se comuniquem melhor ao longo da jornada do cliente.

A SenseData empodera as empresas a compreender o comportamento dos seus clientes com base em dados acionáveis e, com isso, criar estratégias para melhorar continuamente a experiência com a marca.

Ao adicionar a SenseData em sua plataforma, a ZENVIA espera alavancar ainda mais o uso de insights e dados acionáveis para melhorar a gestão da jornada dos clientes e a comunicação das empresas, dando mais um passo rumo a sua estratégia de liderar o ecossistema de customer experience da América Latina.

Esse futuro é uma das principais tendências de mercado observadas na pandemia. Pesquisa da KPMG sobre experiência do consumidor, realizada em 27 países com mais de 100 mil pessoas, constatou que em 19, dos 27 mercados, personalização é o principal driver da lealdade do cliente, além de que três vezes mais clientes afirmam que usarão canais sociais, webchat, aplicativos de mensagens e chat como seus principais meios de comunicação com as empresas.

Deixe seu comentário