NIC.br lança mapa que mostra a qualidade da Internet no Brasil

0
6

Como está a qualidade da Internet no Brasil? Para responder a essa pergunta e, ao mesmo tempo, apoiar pesquisas e políticas de conectividade, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) acaba de lançar uma ferramenta que reúne e analisa em um só lugar os dados coletados pelos medidores SIMET. O Mapa de Qualidade da Internet permite comparar as condições de acesso à rede entre estados, áreas dentro de uma mesma unidade da federação, municípios de uma determinada região, distritos de uma cidade e, até mesmo, nos setores censitários — menor unidade territorial formada por área integralmente contida em zona urbana ou rural.

"A ideia geral é mostrar a qualidade perceptível da Internet em cada lugar. Com o mapa, é possível verificar desigualdades de conexão em um espaço geográfico específico, e realizar análises macro ou micro, dependendo da necessidade. Essas informações podem ter diferentes aplicações, como, por exemplo, nortear projetos ligados à conectividade conduzidos por organizações do terceiro setor, ou orientar políticas sobre o tema, entre outros", explica Paulo Kuester Neto, analista de projetos do NIC.br.

A ferramenta oferece filtros que possibilitam a avaliação de métricas como latência (medida de tempo para uma mensagem ir a um destino e voltar), velocidade de download, upload e perda de pacotes, que ajudam a entender a capacidade da rede e como tem sido a experiência on-line dos usuários. Na aba Metodologia, o usuário encontra a explicação de cada uma das métricas, facilitando a leitura dos dados.

O mapa apresenta uma sumarização dos dados de um período de seis meses e é atualizado diariamente com as medições feitas pelo SIMET (Sistema de Medição de Tráfego Internet do NIC.br), que realiza aferições 100% independentes, apoiadas nos Pontos de Troca de Tráfego Internet (IX.br) do NIC.br. "Quem navega pelo mapa também pode contribuir, ao medir sua própria Internet, por meio do SIMET. As informações são incorporadas de forma anônima e automaticamente pela ferramenta", destaca Milton Kashiwakura, diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br. "Essa é mais uma forma que encontramos para disponibilizar dados que apoiem os gestores públicos em ações para a melhoria da infraestrutura das redes no País", complementa.

Informações num clique

Ao navegar no mapa, uma janela é exibida, apresentando, de forma resumida, informações sobre a velocidade de download e latência na localidade selecionada, e indicando se a qualidade geral da Internet na localidade permite ou não assistir com facilidade a vídeos, ter acesso a áudios e jogos etc. Ao clicar na localidade, é possível observar a qualidade na Internet nas subdivisões dela. Assim, é possível avaliar a qualidade da Internet até em cada setor censitário do Brasil.

"Esse recurso foi pensado para promover uma leitura rápida sobre o que a Internet é capaz de oferecer na localidade pesquisada, em cada momento", finaliza Kuester.

Para conhecer o Mapa da Qualidade da Internet e todas as suas funcionalidades, acesse.

Deixe seu comentário