Apex-Brasil e Serpro unem forças para alavancar negócios no exterior

0
0

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e Serpro firmaram, nesta terça-feira, 4, Acordo de Cooperação Técnica válido pelos próximos doze meses. O protocolo tem como objetivo estruturar a parceria entre as duas entidades para o desenvolvimento de novas soluções digitais para internacionalização de empresas e atração de investimentos estrangeiros ao Brasil.

O ACT prevê a criação de Planos de Trabalho para cada um dos negócios digitais a serem elaborados por meio da parceria. Os planos de negócio para cada uma das soluções serão documentados e regerão a relação contratual entre as partes. A primeira solução a ser implementada por meio do Acordo será uma plataforma voltada à interação com do investidor estrangeiro.

Um protótipo do aplicativo de matchmaking foi apresentado no evento. A solução facilitará, aos investidores e compradores estrangeiros, encontrar empresários brasileiros com ideias promissoras, incentivando a captação de recursos.

Conhecimento de mercado

"A assinatura deste ACT integra uma das frentes da estratégia de transformação digital e inovação da Apex-Brasil. Essa é a primeira vez que a Agência busca soluções alternativas para o cumprimento de sua missão institucional, que é a promoção de exportações e atração de investimentos estrangeiros diretos para o país", explicou o presidente da Apex-Brasil, Sergio Segovia.

"A parceria com o Serpro nos permitirá aprimorar nosso trabalho por meio de novas formas de coletar dados, de inteligência artificial, de robôs virtuais e de outras soluções tecnológicas de ponta. A expectativa é somar esforços numa parceria que reflita o conhecimento de mercado e as melhores práticas digitais. Este é um acordo estratégico de ganha-ganha. De um lado, a Apex-Brasil passa a contar com a expertise tecnológica do Serpro que, em contrapartida, terá oportunidade de trabalhar na internacionalização de sua marca e seus serviços, chancelados por uma estrada de mais de 50 anos de atividades", acrescentou.

O ACT inclui a realização de atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, com transferência tecnológica e compartilhamento de capital intelectual, mão de obra especializada, capacitação e treinamento, além de metodologias de inovação de produtos e processos.

Contrapartidas

A assinatura do ACT é vantajosa para as duas instituições: enquanto a Apex-Brasil ganhará soluções tecnológicas mais modernas, o Serpro terá a sua marca divulgada para investidores estrangeiros e compradores internacionais, o que é relevante para o processo de internacionalização do órgão. Além disso, o acordo possibilitará a rentabilização por meio da prestação de serviços digitais, o que deverá contribuir para o equilíbrio econômico e financeiro das duas instituições.

Deixe seu comentário