Ações do Yahoo e Alibaba têm forte alta após Jack Ma dizer que pode adquirir a participação do site

0
0

Um dia depois da queda de suas ações para o patamar mínimo de US$ 80 desde sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), em setembro do ano passado, o Alibaba registrou nesta quarta-feira, 4, uma grande procura dos investidores. Embora as ações permaneçam 19% acima dos US$ 68 do IPO, elas vinham caindo nas últimas semanas.

Mesmo os papéis do Yahoo, que viu o valor de seus 384 milhões de ações que detém do Alibaba cair para US$ 31,1 bilhões, voltaram a subir, após revelar um plano para cindir sua participação de 15% no portal chinês sem ter que pagar impostos — acionistas avaliam que o Yahoo e sua fatia no Alibaba valerão mais separadamente. O valor de mercado do Yahoo hoje é de US$ 41 bilhões.

As ações da empresa que haviam subido cerca de 7% na terça-feira, 3, cotadas a US$ 51,45 no after-hours trading da Nasdaq — negociação após o fechamento da bolsa de tecnologia —, mantiveram a tendência de alta nesta quarta-feira, 4, fechando pregão negociadas a US$ 43,99, elevação de 3,21%.

Já os papéis do Alibaba, que subiram 4,6% na Bolsa de Nova York (NYSE) na terça-feira, fecharam o pregão desta quarta negociados a US$ 85,49, alta de 4,79%.

A alta de terça-feira foi atribuída a entrevista de Jack Ma a um jornal chinês na qual disse que considera adquirir o Yahoo. "A aquisição da Yahoo é algo em que eu trabalhei um par de anos, mas este é um problema político, não econômico, pois trata-se de uma mídia [empresa] mais sensível."

Especula-se no mercado que o Alibaba tentará comprar os 15% de participação do Yahoo. Mas como observa Matt Levine, da Bloomberg, o spinoff ainda vai ter que aguardar um ano, antes que as empresas possam chegar a um acordo, se o Yahoo realmente quiser obter a isenção de impostos.

Deixe seu comentário