Apesar da expansão de 27% na receita, Gemalto encerra 2015 com 4% de queda no lucro

0
0

A Gemalto, fornecedora holandesa de soluções de segurança digital e SIMcards, encerrou 2015 com lucro líquido de 303,5 milhões de euros, cifra 4% inferior aos 315 milhões de euros registrados no ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita teve alta de 27%, de 2,4 bilhões de euros para 3,1 bilhões de euros. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) foi de 546,9 milhões de euros, aumento de 14% sobre 2014, quando contabilizou 478,6 milhões.

A receita no segmento móvel totalizou 1,27 bilhão de euros e queda de 1% em relação a 2014. O setor de software e produtos embutidos registrou receita 1,03 bilhão, mantendo-se estável em relação ao ano anterior. Já a receita com plataformas e serviços ficou em 248 milhões, 8% inferior à receita de serviços financeiros móveis devido à receita menor da empresa de pagamento móvel nos Estados Unidos.

"O ano de 2015 ilustra a transformação estrutural e a exitosa diversificação da empresa. O segmento de pagamentos é agora, claramente, o maior negócio da Gemalto; o portfólio de enterprise está alinhado, seguindo a integração da SafeNet; os programas de governo  retornam com um rápido crescimento, com uma taxa de novos contratos sólida; os ajustes realizados estão apoiando a evolução da atividade de SIM; e o negócio de M2M (máquina a máquina) continua se expandindo rapidamente", destacou Olivier Piou, CEO da Gemalto.

Deixe seu comentário